Home | Saúde e Beleza | Bem-Estar | DDB Mozambique no combate à Violência Doméstica

DDB Mozambique no combate à Violência Doméstica

A DDB Mozambique aceitou o desafio da ONG N’weti e criou uma acção específica para a semana da moda em Moçambique: Vodacom Mozambique Fashion Week. O mote foi a violência doméstica, um dos principais problemas sociais que afecta a sociedade moçambicana.

Inserido na maior semana de moda do país, o Vodacom Mozambique Fashion Week, a DDB Mozambique juntou-se à N’weti e criaram “O desfile que nunca devia ter acontecido” para chamar a atenção e relançar o debate sobre a importância da denúncia de casos de violência doméstica.

De acordo com André Coelho, Director Criativo da DDB Mozambique, esta associação faz todo o sentido. “A moda está muito associada à mulher bonita, por isso, fazia todo o sentido aproveitar o momento em que essa beleza assume um papel de destaque para relembrar que há um outro lado da moeda menos bonito e que afecta essencialmente a mulher. Desta forma, o tema da violência doméstica foi novamente colocado na agenda pública e a sociedade ficou mais sensibilizada para a importância da denúncia destas situações”.

O “Desfile que não devia ter acontecido” decorreu no espaço principal do evento, onde foi colocada uma passarelle com aspecto pesado e sinistro. O ambiente silencioso foi subitamente quebrado pela trilha sonora – para surpresa dos presentes, vários gritos e vozes exaltadas fizeram-se ouvir, sons associados a uma cena de violência entre um homem e uma mulher. Perante os olhares expectantes do público, várias mulheres, caracterizadas para o efeito, desfilaram exibindo marcas e sinais claros de agressão e maus tratos. Para fechar a apresentação, surgiu um homem com a mensagem “Não pode estar na moda”.

Entre as “vítimas” estava a modelo luso-espanhola, Merche Romero, que fez questão de se associar à iniciativa e mostrar todo o seu apoio a quem convive diariamente com esta problemática.

Check Also

Timberland lança a campanha “Nature Needs Heroes”

A Timberland acredita que um futuro mais verde é um futuro melhor. Com isto em …