15 °C Lisbon, PT
2018-11-20

Quinta de Lemos apresenta novas colheitas ao mercado

Os monocasta de 2011 Jaen, Alfrocheiro, Tinta Roriz e Touriga Nacional, e os blends Dona Paulette 2014, Dona Santana 2011 e Dona Georgina 2011 são os novos vinhos Quinta de Lemos

“O tempo que dedicámos à evolução destes vinhos torna-os especiais. Acredito que 2011 vai marcar a memória de muitos apreciadores das castas com as quais trabalhamos. Todos estes vinhos respeitam e dignificam o conceito da Quinta de Lemos”, refere Hugo Chaves, enólogo da Quinta de Lemos.

As novas colheitas Quinta de Lemos

Dona Paulette 2014: Vinho feito 100% com a casta Encruzado, que lhe confere equilíbrio, aroma e uma grande longevidade. Branco de grande complexidade, com notas cítricas, vegetais e madeira bem integrada. Estruturado, volumoso e mineral, com acidez bem equilibrada. PVP – 18€

Conteúdo patrocinado

Jaen 2011: Esta casta permite obter um vinho com aromas de fruta vermelha, de grande exuberância, levemente confitado. Sabores a framboesa e notas florais resinosas típicas do Jaen, menta. Vinho equilibrado, sensual e final saboroso. PVP – 18€

Alfrocheiro 2011: Este vinho apresenta um aroma floral de jasmim e camomila. Frutos vermelhos muito delicados. Vinho elegante, macio e aveludado, cheio de sabor, polido e sedoso. PVP – 18€

Tinta Roriz 2011: Esta casta confere aos vinhos um elevado potencial de envelhecimento. Aroma profundo de fruto preto e, na boca, apresenta-se cheio e complexo, com cereja, ginja e especiarias. Taninos presentes no final, muito precisos, que lhe confere um saboroso final. PVP – 18€

Touriga Nacional 2011: Esta casta autóctone portuguesa da região do Dão faz um vinho de aroma intenso, com sabores de fruta preta madura, ameixa, amora, bergamota e flores de violeta. Vinho vigoroso e equilibrado. PVP – 20€

Dona Santana 2011: A Touriga Nacional, cheia e volumosa, com a Tinta Roriz, doce e estruturada, e o Jaen que traz aromas complexos, permite obter um vinho aromático, com especiarias e bagas silvestres. Vinho estruturado, muito sedoso e com um final fresco e apelativo. PVP – 13,50€

Dona Georgina 2011: Touriga Nacinal é a casta maioritária deste vinho, mas é a Tinta Roriz que lhe acrescenta complexidade, elegância e estrutura. É um vinho profundo no aroma, com notas de fruto preto muito maduro, floral e confitado. Denso e saboroso, tem taninos presentes que lhe conferem um longo e concentrado final. PVP – 34€

Recomendado para si

Restaurante Mesa de Lemos alarga horário e apresenta carta renovada chef Diogo Rocha O restaurante Mesa de Lemos, inserido na Quinta de Lemos, no concelho de Viseu, passa a estar aberto ao público de terça a sexta ...
Vinhos Quinta de Lemos premiados no Portugal Wine Trophy 2016 Os vinhos Quinta de Lemos Dona Georgina 2009 e Touriga Nacional 2009 acabam de receber as medalhas de Grande Ouro e Ouro, respectivamente, no Portugal...
“Conversas d’Alfrocheiro” na Quinta de Lemos Evento dedicado à casta Alfrocheiro terá lugar no Dão, a região que mais atenção dedica a esta casta, e reunirá produtores de renome nacional A Quint...
A mais recente Estrela Michelin vai cozinhar à Mesa de Lemos No próximo dia 16 de Dezembro, o chef Rui Silvestre do Restaurante Bon Bon, no Carvoeiro, recentemente distinguido com Estrela Michelin, viaja até à Q...
Quinta de Lemos apresenta sete novos vinhos da colheita 2010 A Quinta de Lemos, na região do Dão, apresenta ao mercado sete novos vinhos tintos da colheita de 2010: Dona Georgina, Dona Santana, Dona Louise, Tour...
Quinta de Lemos premiada por júri feminino com ‘Diamante’ no Japão... Mulheres japonesas, especialistas em vinho, reconhecem a qualidade do vinho deste produtor O Jaen 2007, produzido pela Quinta de Lemos, ganha ‘Diaman...