14 °C Lisbon, PT
2019-03-20

Mobilidade aumenta produtividade laboral em 16%

Empresas que têm vindo a apostar no uso de dispositivos móveis comprovam benefícios: para além do aumento de produtividade em 16% – que representa uma poupança de 6.4 horas semanais, o equivalente a 320 horas ou 41 dias de trabalho por ano –, a criatividade dos colaboradores registou um acréscimo de 18%, a satisfação 23% e a lealdade à
empresa 21%. Fatores que contribuem em larga escala para o sucesso de qualquer negócio.

A ascensão da geração Mobile (#GenMobile) deu o mote à edição deste ano que se realizou em Portugal e que analisou e debateu as diferenças entre mercados ocidentais e orientais.

De acordo com o relatório “Mobility, Performance and Engagement” do Economist Intelligence Unit (EIU) e Aruba, uma empresa Hewlett Packard Enterprise, que contou com a auto-avaliação de 1865 respostas, os colaboradores de países ocidentais como Estados Unidos, Alemanha e Reino Único são mais felizes, leais e produtivos no trabalho do que os
colaboradores de países orientais, como o Japão ou Singapura.

Pub

Nesta Conferência foram identificadas algumas tendências-chave que ajudam a compreender a #GenMobile e a forma como as empresas estão a responder aos desafios:

  • Captação de talento: 40% afirma que nunca trabalharia para uma empresa que não permitisse usar os seus próprios dispositivos móveis para o trabalho.
  • Produtividade: 49% acredita ser mais produtivo a trabalhar a partir de casa.
  • Partilha: 42% das empresas aposta no uso de ferramentas colaborativas (Slack, Gchat) para promover a produtividade e satisfação.
  • Conetividade: 31% oferece apps que promovem a comunicação móvel das atividades diárias de trabalho entre colaboradores.
  • Acessibilidade: 54% das empresas fornece acesso à rede da empresa a partir de qualquer dispositivo móvel.

Além de melhoria dos níveis de produtividade, satisfação e lealdade, estas práticas também apontando para um melhor equilíbrio entre vida profissional.

“As empresas dependem de forma direta do talento dos seus colaboradores e é por isso que a aposta na mobilidade defendida pela #GenMobile tem que ser uma realidade. É preciso garantir a retenção dos melhores e a melhor produtividade possível. Mesmo que para isso tenha que haver ajustes nos métodos de trabalho, os benefícios a longo prazo virão. Há que apostar na evolução da oferta para garantir que a concorrência não vence no processo de recruta dos melhores”, defende Fernando Teixeira, HPE Aruba, Portugal Country Manager.

Recomendado para si

Mais de 20 horas de entretenimento com entrada gratuita Integrado nas comemorações do Março Jovem, promovidas pela Câmara Municipal de Loures, o festival de gaming chega a Portugal já em mar...
App Rota dos Marqueses para descobrir Grande Lisboa e Região Oeste Nova App gratuita para descobrir região da Grande Lisboa e Oeste, com partida ou chegada a Mafra, lançada pela Universidade dos Valores. As melhores ...
Huawei Mate X recebe o primeiro certificado CE 5G do mundo O Huawei Mate X recebe o primeiro certificado CE 5G do mundo concedido pela TÜV Rheinland, líder global em serviços de certificação independentes, o ...
Santogal BMW investe 3,5 milhões de euros em novas instalações A Santogal BMW acaba de inaugurar as suas novas instalações em Alfragide. Com o objetivo de se tornar num local único e diferenciador no mercado auto...
Google lança Android Training Program em Portugal A Google apresentou hoje o Android Training Program em Portugal, um programa pioneiro na Europa que visa formar 3000 portugueses em programação Andro...
Hackers intercetam códigos via SMS enviados por bancos para roubar con... Nos últimos anos, o conceito de autenticação em dois estágios (2FA) implementou-se de forma massiva, contudo ainda há muito por fazer em vários sector...