11 °C Lisbon, PT
2019-01-20

Europeus prontos para sistemas de segurança Biométrica na autenticação de pagamentos

De acordo com um novo estudo da Visa, consumidores de toda a Europa estão interessados em utilizar a biometria no ato de pagamento – especialmente quando integrada com outras medidas de segurança. Cerca de três quartos (73%) avaliam a autenticação de dois fatores, onde uma forma de autenticação biométrica é usada juntamente com um dispositivo de pagamento, como um método seguro de confirmação do titular da conta.

A autenticação através de dois fatores inclui algo do qual se é portador, como um cartão ou um dispositivo móvel; uma característica intrínseca, como uma biometria; ou um PIN ou password. Ao olhar para o leque de diferentes situações de pagamento em casa ou no comércio local, mais de dois terços (68%) pretendem utilizar a biometria como método de autenticação de pagamento. Os comerciantes online têm maior oportunidade de lucrar tendo em conta que quase um terço (31%) das pessoas abandona uma compra pela internet devido ao processo de segurança de pagamento.

Jonathan Vaux, Diretor Executivo de Parcerias de Inovação da Visa afirmou que “a identificação e verificação biométrica originou muita expetativa no que diz respeito aos pagamentos, uma vez que oferece uma oportunidade para agilizar e melhorar a experiência do consumidor. A nossa pesquisa mostra que a biometria é cada vez mais reconhecida como um método fiável de autenticação à medida que as pessoas se familiarizam com o uso destas capacidades nos seus dispositivos.

“No entanto, um dos desafios para a tecnologia biométrica prende-se com os cenários onde esta é a única forma de autenticação. Ao contrário de um PIN que é inserido, quer correta quer incorretamente, a biometria não é uma medida binária, baseando-se antes na probabilidade de correspondência. A biometria funciona melhor quando associada a outros fatores, tais como o dispositivo, tecnologias de geolocalização ou um método de autenticação adicional. É por isso que acreditamos na importância de uma abordagem holística que considere uma ampla gama de tecnologias essenciais que contribuam para uma melhor experiência end-to-end, desde o fornecimento de um cartão para fazer uma compra até à verificação do saldo.”

Ao olhar para os benefícios da autenticação biométrica – processo que valida a identidade de uma pessoa através da medição de uma característica específica e intrínseca de um indivíduo, como impressões digitais ou padrões de retina – metade dos europeus (51%) afirmam que a autenticação biométrica para pagamentos poderia criar uma experiência de pagamento mais rápida e fácil do que os métodos tradicionais. Da mesma forma, um terço (33%) aprecia o facto de que a autenticação biométrica significa que os dados poderiam estar seguros mesmo em caso de perda ou roubo do dispositivo.

Jonathan Vaux reforçou que “à medida que avançamos para o futuro, os consumidores terão um número crescente de opções no modo de pagamento. Assim como o comportamento de pagamento irá mudar dependendo da localização do consumidor e do dispositivo utilizado, os métodos de autenticação terão de ser utilizados adequadamente em cada caso. Apesar das formas biométricas de autenticação oferecerem oportunidades importantes para alcançar o equilíbrio certo entre conveniência e segurança, não são a única resposta. No futuro, iremos assistir a uma mistura de soluções dependendo da situação de compra. Ao adaptar os nossos padrões para reconhecer estas tecnologias como modos válidos de autenticação, neste momento podemos ajudar a proporcionar um clima que garanta que os pagamentos continuem a ocorrer de forma segura, conveniente e discreta.”

Familiaridade com as Impressões Digitais

No estudo com mais de 14.000 consumidores Europeus, a pesquisa revela que a discrição e a familiaridade com métodos biométricos são fatores importantes para a sua aceitação. Com o advento de pagamentos móveis, o reconhecimento de impressões digitais é considerado o modo mais favorável do pagamento biométrico pela facilidade de utilização e segurança. Ao olhar exclusivamente à perceção da segurança das tecnologias biométricas, 81% dos consumidores avaliam as impressões digitais como o mais seguro, seguido da digitalização/ scan da retina (76%).

É por isso que mais de metade (53%) expressa preferência pela impressão digital em detrimento de outras formas de autenticação biométrica no ato de pagamento.

Por toda a Europa, poucas pessoas afirmam preferir o reconhecimento vocal ou facial como método de pagamento, quer seja fisicamente numa loja na compra de bens ou serviços ou em compras online em casa (12% e 15%, respetivamente). No Reino Unido, estes números caem para 8% e 12%, respetivamente, no reconhecimento vocal ou facial como método de pagamento.

Equilíbrio entre segurança e rapidez é fator-chave

Com mais de dois terços (67%) dos consumidores a reconhecer a importância dos detalhes de segurança na proteção da sua identidade, novas formas de autenticação devem alcançar um equilíbrio entre rapidez e segurança.

A pesquisa constatou que a autenticação biométrica é quase igualmente valorizada em situações de pagamento cara-a-cara, onde a eficiência e a rapidez são uma prioridade, assim como em transações online. Isto encontra-se refletido nos seguintes resultados:

· 48% deseja utilizar o pagamento por autenticação biométrica no transporte público
· 47% deseja utilizar o pagamento por autenticação biométrica num bar ou restaurante
· 46% deseja usá-lo na compra de bens e serviços no comércio local, seja em mercearias, cafés e lojas de fast food.
· 40% deseja usá-lo em compras online.
· 39% no download de conteúdos.

Recomendado para si

smart promove test drive pop-up no Capitólio Com o objetivo de premiar aqueles que querem ser os precursores da condução elétrica, a smart vai promover no próximo dia 19 de janeiro, sábado, um te...
FNAC abre no Dolce Vita Tejo A FNAC da cidade da Amadora será composta por 1.000 m²de área total (e 815m² de área comercial) e vai contar com uma oferta de 18.000 referências. À o...
Lexus Portugal regista recorde de vendas em 2018 A Lexus Portugal registou em 2018 560 matrículas, o que representa um crescimento de 107 matrículas comparativamente a 2017. 100% das vendas Lexus em...
Vodafone vai instalar antena 5G na Faculdade de Engenharia da Universi... A Vodafone Portugal vai instalar uma antena 5G na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP). A iniciativa acontece na sequência da adesã...
5 motivos para adorar lâmpadas inteligentes As lâmpadas inteligentes permitem recriar atmosferas de acordo com a nossa disposição. A iluminação que idealizamos para uma festa com os amigos é com...
Lenovo lança os portáteis mais inteligentes de sempre na CES 2019 A Lenovo anuncia o lançamento dos novos Yoga S940, Yoga A940 e Yoga C730, desenvolvidos para oferecer maior capacidade de resposta à evolução das nece...