12 °C Lisbon, PT
2019-01-20

Monkey Shoulder chega a Portugal para quebrar regras

monkey-shoulder-chega-portugal-quebrar-regras_1Monkey Shoulder é um scotch destilado, amadurecido e engarrafado em Speyside, na Escócia, e chegou ao mercado nacional com o intuito de desmitificar o universo do whisky junto de uma nova geração de consumidores. É uma bebida que reúne as credenciais de três single maltes, a versatilidade de um mixer de cocktails e que possui características únicas capazes de estimular os sentidos.

Mais do que se dirigir aos habituais apreciadores, Monkey Shoulder pretende atingir homens e mulheres, entre os 27 -35 anos, que procuram cocktails excecionais e a melhor diversão. Este é também um produto muito valorizado por bartenders, criadores por natureza, adeptos da autenticidade e da genuinidade, os que gostam de mixar e provocar.

Dean Callan, embaixador internacional da marca, explica a intenção deste líquido: “Enquanto a William Grant and Sons tem vindo a produzir whisky há várias gerações, Monkey Shoulder procura eliminar alguns dos preconceitos associados ao consumo desta bebida, tornando-a acessível e apreciada por todos”.

Pub

E para os que se interrogam sobre a proveniência deste “ombro do macaco”, tradução literal do nome da marca, talvez seja importante contar uma breve história. Antigamente, quando o “homem do malte” virava a cevada durante turnos demasiado longos, o seu braço direito ficava pesado e descaído, como o do macaco. Foi assim que a alcunha surgiu. Hoje em dia, e para homenagear estes homens de trabalho, deu-se o nome a uma bebida que, apesar de tradicional na produção, pretende quebrar as tradições associadas ao seu consumo.

Esta necessidade de reinventar tradições é igualmente refletida no material de bar concebido pela marca e um dos bons exemplos é o Monkey Shoulder Konga Shaker. Tendo por base o design dos shakers mais antigos, que utilizavam um rolamento interno acionado por pegas laterais ao invés do habitual movimento de abanar, a marca desenvolveu uma edição moderna e limitada destes shakers que está a atrair a atenção de bartenders de todo o mundo.

E, em relação a este tema, Dean Callan não tem dúvidas: “Os bares de cocktails deveriam ser sempre divertidos, mas até estes se começam a levar demasiado a sério. O Konga Shaker vai mudar isso, porque representa tudo o que há de positivo na preparação de um cocktail: a representação, a sociabilidade e a criação de sabores únicos, por isso decidimos trazê-lo de volta”, afirma.

Mesmo que não seja do estilo de se “gabar”, Monkey Shoulder já conta com uma série de distinções internacionais desde a sua criação. O principal destaque vai para a eleição de scotch mais trendy de 2015 e 2016, pela “Drinks Internacional”, que surgiu após a votação dos 250 bares mais cotados no panorama mundial.

Recomendado para si

Iguarias e Vinhos do Tejo à prova em 58 restaurantes durante o mês de ... A comida e o legado báquico são indissociáveis à boa mesa portuguesa! Com esse pressuposto, a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo e a Confraria Enó...
Evel branco 2017 no Top 100 Best Values da Wine Spectator Há quem diga “não há duas sem três”. Nós acrescentamos: “não há três sem quatro!” Afinal, é o quarto ano consecutivo em que a prestigiada revista nort...
Sabor do Ano 2019 distingue mais de 120 produtos A edição de 2019 do prémio SABOR DO ANO premeia 121 produtos em mais de 63 categorias – um número recorde para a edição portuguesa. No total, são cerc...
Vila Galé aposta na gastronomia portuguesa Com o objetivo de divulgar os sabores portugueses, a Vila Galé volta a promover a iniciativa gastronómica 12 Meses, 12 Pratos, 12 Euros. Assim, todos ...
Delta Cafés entra no mercado de barras de cereais Respondendo a estas necessidade dos consumidores, chega agora ao mercado a nova aposta da Delta Cafés – Croffee, uma barra de cereais saudável, sacian...
Imperial lança edição solidária da tablete Pantagruel 70% cacau A Imperial prepara-se para lançar, no primeiro trimestre de 2019, uma campanha solidária a favor da Associação Bagos D’Ouro. O maior produtor nacional...