11 °C Lisbon, PT
2019-03-19

«Para a Minha Irmã», de Jodi Picoult

minha-irma-jodi-picoult_1Jodi Picoult, uma das autoras de romance feminino mais internacionais e populares da atualidade, está de regresso com um novo livro: Para a Minha Irmã. Conhecida pelas suas obras em que as personagens se debatem com difíceis questões éticas e morais,
Jodi Picoult aborda neste livro a problemática da genética e das consequências de criar uma vida apenas para prestar assistência médica a outra. Um romance provocador e que questiona os limites da sobrevivência a qualquer custo.

Adaptado com sucesso para o cinema em 2009, mas com um final diferente do livro, o filme tem as atrizes Cameron Diaz e Abigail
Breslin nos principais papéis. Para a Minha Irmã está repleto de sentimentos e emoções do princípio ao fim, colocando o leitor
perante os desafios e as dúvidas sobre a maneira mais correta de lidar com estes dilemas. Este drama é retratado pela escritora com graciosidade, sensibilidade e sabedoria.

Sinopse:
Até onde se pode ir para salvar a vida de uma criança?
Anna não está doente, mas até parece estar. Aos treze anos, já fez inúmeras cirurgias e transfusões para que Kate, a sua irmã mais velha, possa combater a leucemia que a afeta desde a infância. Anna foi concebida para ser dadora de medula compatível com Kate, uma vida e um papel que ela nunca questionou…até agora. À semelhança da maior parte dos adolescentes, Anna começa a questionar quem realmente é. Mas, ao contrário da maioria dos adolescentes, sempre foi definida em função da irmã. E é então que Anna toma uma decisão impensável para a maioria das pessoas, uma decisão que faz com que a sua família desmorone e que pode ter consequências fatais para a irmã que ela adora.

Pub

Para a Minha Irmã questiona o que significa ser um bom pai ou mãe, uma boa irmã, uma boa pessoa. Será moralmente defensável fazer qualquer coisa para salvar a vida de uma criança, mesmo que isso implique desrespeitar os direitos de outra? Valerá a pena tentar descobrir quem se é de facto, quando essa pergunta nos faz gostarmos menos de nós próprios? Deveremos seguir o nosso coração, ou deixar-nos conduzir por outros?

Sobre o autor:
Jodi Picoult nasceu e cresceu em Long Island. Estudou Inglês e Escrita Criativa na Universidade de Princeton e publicou dois contos na revista Seventeen enquanto ainda era estudante. O seu espírito realista e a necessidade de pagar a renda levaram a autora a ter uma série de empregos diferentes depois de se formar: trabalhou numa corretora e numa editora, foi copywriter numa agência de publicidade e professora de inglês. É uma das autoras mais populares da atualidade. Em 2003 foi galardoada com o New England Bookseller Award for Fiction.

Recomendado para si

Triton World Series estreia nos Açores O relógio não para e aproxima-se a passos largos aquele que é considerado o “maior e mais inovador circuito multisport” do mundo. Os Açores são ...
Ateliers “Cartão & Imaginação” até 31 de Março no For... O Forum Algarve, centro gerido pela Multi Portugal, prepara-se para surpreender os mais novos com um ciclo de workshops gratuitos. Os ateliers "Cartão...
Cinema gratuito para os espectadores mais novos está de volta No próximo dia 23 de março, o Centro Comercial Valongo vai proporcionar bons momentos aos mais pequenos com mais uma sessão de cinema gratuita para an...
Iberia Retail Show discute futuro do retalho na Alfândega do Porto. Está oficialmente lançada a primeira edição do Iberia Retail Show. Com a parceria da Câmara Municipal do Porto, nos dias 11,12 e 13 de Abril, grandes ...
Alentejo e Ribatejo no maior stand da Bolsa de Turismo de Lisboa A Turismo do Alentejo / Ribatejo, em parceria com os municípios e as empresas do território, vai marcar uma forte presença na 31ª edição da BTL e, pel...
Lisbon Coffee Fest chega a Lisboa a 22 de março para celebrar o café Entre 22 e 23 de março, Lisboa vai ser palco do Lisbon Coffee Fest, o primeiro grande festival do café, organizado pela AICC - Associação Industrial e...