12 °C Lisbon, PT
2019-01-22

Yoro, o desconcertante e elogiado primeiro romance de Marina Perezagua

yoro-desconcertante-elogiado-primeiro-romance-marina-perezagua_1Yoro, o desconcertante e elogiadíssimo primeiro romance de Marina Perezagua, autora de culto em Espanha, apresenta-se ao leitor através de um ângulo inovador: um testemunho epistolar de H., uma mulher que sobreviveu ao ataque norte-americano em Hiroxima, para o juiz que se prepara para a julgar.

Na carta, que ocupa todo o romance e funciona como revelação onírica do mundo interior de H. e da sua interação com a realidade, numa alegoria do mal e da esperança, a mulher defende a justeza dos seus atos através da memória da sua relação (complexa, dúbia) com Jim, um soldado americano, e da procura de ambos por Yoro, uma rapariga que este adotara no Japão durante a Segunda Guerra Mundial.

«Concluí que, se tivesse de escolher um nome para nós, escolheria “os que trazemos a bomba dentro de nós”, dado que a manhã em que um bombardeiro B-29 lançou o Little Boy em Hiroxima foi só o início da detonação. Noventa por cento de todo o mal que sofreríamos, nós, os sobreviventes, iria sendo doseado minuto a minuto, mês a mês, ano a ano, emprenhando-nos desse mal que, se fosse abortado, seria só para nos abortarmos com ele.»

Sobre a autora:
Marina Perezagua é uma escritora espanhola, nascida em Sevilha em 1978. Tem sido elogiada por leitores e críticos pela sua escrita extremamente visual e desconcertante, que a tornou uma voz única na literatura espanhola contemporânea. Tendo publicado inicialmente os livros de contos Criaturas abisales (2011) e Leche (2013), foi o seu primeiro romance, Yoro, de 2015, que a converteu numa figura consensual entre a crítica. Os seus contos foram publicados em diversas revistas literárias, como Electric Literature, Granta (espanhola e britânica) ou Maaboret (em hebraico).
É licenciada em História da Arte e doutorada em Filologia. Vive em Nova Iorque, onde ensina Espanhol na New York University e noutras instituições. É praticante de mergulho livre e, em 2015, percorreu a nado o Estreito de Gibraltar em menos de quatro horas.

Recomendado para si

A energia do Feng Shui invade o Museu do Oriente A origem do Feng Shui, as suas várias vertentes e múltiplas aplicações no espaço são dadas as conhecer em três workshops que o Museu do Oriente organi...
“O Priolo e a fuga à extinção” no Parque Atlântico A exposição itinerante “O Priolo e a fuga à extinção” chega ao Parque Atlântico dia 28 de janeiro. Criada em 2018, no âmbito do projeto Life + Terras ...
Forum Algarve contribui para a reflorestação de 25 Hectares na Serra d... Resultado da campanha solidária deste Natal, o Forum Algarve, centro gerido pela Multi Portugal, prepara-se para, em parceria com a Câmara Municipal d...
Nosso Shopping passa a ter Super Programa todos os dias O Super Programa do Nosso Shopping, que inclui um bilhete paras um filme em exibição e jantar, já é conhecido dos visitantes do Centro Comercial, mas ...
Erich Steffen regressa a Portugal com novo conceito desportivo: o Nigh... Com mais de 25 anos de carreira na área da criação e gestão de patrocínios de eventos desportivos, Erich Steffen ficou conhecido no país por ser o res...
Nosso Shopping recebe apresentação de novo modelo da Opel O Nosso Shopping vai acolher a exposição da marca Opel, promovida pelo concessionário MCoutinho, de 17 a 20 de janeiro. Neste evento, destaca-se a apr...