Home | Casa e Decoração | IKEA dá ‘segunda vida’ aos móveis que já não quer

IKEA dá ‘segunda vida’ aos móveis que já não quer

“Segunda Vida” é o novo projeto de sustentabilidade que a IKEA Portugal acaba de lançar a nível nacional. Esta iniciativa pretende otimizar o ciclo de vida dos produtos da marca sueca e promove uma economia circular. A partir de agora, os clientes IKEA podem trocar os móveis da marca que já não precisam por um Cartão Presente, numa das quatro lojas à escolha – Alfragide, Loures, Matosinhos ou Braga.

O processo começa online, na página ikea.pt/segundavida, onde os clientes devem preencher e submeter o formulário disponível. Do outro lado, há uma equipa da IKEA que avalia o produto apresentado e propõe um valor, conforme os critérios tabelados. Depois de aceitar a proposta recebida, o passo seguinte é dirigir-se à loja escolhida, e trocar o produto IKEA pelo Cartão Presente.

Os produtos entregues podem ser postos à venda no espaço de oportunidades das lojas, ganhando uma nova vida, numa nova casa ou, em alternativa, entram no processo de reciclagem da IKEA. Em qualquer um dos casos, ganham os clientes, a economia e o ambiente.

Segundo, Cláudia Domingues, diretora de sustentabilidade da empresa em Portugal, “na IKEA queremos ter um impacto positivo nas pessoas e no ambiente, é por isso que tentamos sempre fazer mais, com menos. Consideramos que a economia circular é um modelo que deve ser cada vez mais privilegiado pelas empresas e pelas pessoas. A reutilização, recuperação e reciclagem de produtos tem um grande impacto na vida das pessoas, não só por via dos efeitos económicos, mas também pela poupança de recursos”. Acrescenta ainda “a sustentabilidade é umas das grandes preocupações da IKEA e estamos muito orgulhosos por estarmos entre os primeiros países a implementar o projeto “Segunda Vida”. Este é mais um passo para permitir uma maior eficiência no ciclo de vida dos nossos produtos”.

Em linha com o compromisso de promover uma economia circular, a otimização de recursos e sustentabilidade dos materiais, a IKEA vai apresentar uma nova gama de cozinhas Kungsbacka, fabricada a partir de madeira e plástico reciclados. Criada em conjunto com um fornecedor italiano, estas cozinhas têm painéis frontais feitos a partir de película de plástico, originada pelo processo de reciclagem de garrafas de polietilenos (PET).

“Esta nova gama de cozinhas feitas a partir de material reciclado é um claro exemplo de como a reciclagem pode acrescentar um grande valor económico e ambiental às empresas dispostas a mudar os seus procedimentos. Todos os anos, consomem-se milhões de garrafas de água, apesar de algumas serem recicladas, muitas tornam-se lixo. Com o material da reciclagem de 25 garrafas de plástico, de meio litro, a IKEA consegue cobrir uma superfície de 40×80 cm da cozinha Kungsbacka”, explica a project leader da equipa responsável pela nova gama, Anna Granath.

As cozinhas Kungsbacka vão estar em destaque nas lojas IKEA em Portugal, a partir de dia 15 de fevereiro.

Check Also

IKEA apresenta tendências e novidades para 2020

No ano em que celebra 15 anos a criar um melhor dia a dia para …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.