8 °C Lisbon, PT
2019-01-22

Hóspedes Airbnb em Portugal aumentaram para número recorde

A Airbnb, a plataforma líder mundial em hospitalidade comunitária, anuncia que os anfitriões portugueses receberam um número recorde de 1.650.000 de hóspedes provenientes dos quatro cantos do Mundo, em 2016, um crescimento de 84% face a 2015.

O anfitrião tipo português tem, em média, 42 anos e obteve um rendimento extra de 3.350 euros por ano. A estadia média dos hóspedes Airbnb no nosso território foi de 4,3 noites. Os anfitriões portugueses alugam o seu espaço extra, em média, 39 noites por ano.

A comunidade Airbnb está também a transformar a forma como os hóspedes experienciam as suas viagens e está a atrair novos turistas que além de quererem viver como um habitante local, indo para além dos locais e atrações mais turísticas, também procuram experiências únicas que são fornecidas pelos anfitriões locais que adoram partilhar as suas paixões.

Número de portugueses que utilizaram a Airbnb cresceu 120% em 2016

Em 2016, o número de portugueses que utilizaram a plataforma para se alojarem nas suas viagens registou um crescimento exponencial de 120%, com 264 mil portugueses a recorrerem à Airbnb para se hospedarem em todo o mundo. Os lisboetas foram os que mais requisitaram os serviços disponíveis na plataforma para viajar, com um total de 77 mil utilizadores. Mais de 28 mil portuenses utilizaram os serviços da Airbnb para encontrar alojamento nas suas viagens.
Ricardo Macieira, Airbnb Lead em Portugal, afirmou: “A comunidade Airbnb continua a crescer no nosso país e representa, claramente, um novo motor económico que está a ajudar a crescer e a diversificar o turismo, em Portugal. Este movimento também proporciona a criação de novas atividades económicas e democratiza os benefícios para as famílias da classe média e para o comércio local em todo o país”.

Lisboa recebeu €1,74 milhões de taxa turística. Porto praticamente duplicou número de hóspedes

A capital portuguesa continua a ser a cidade que recebe mais hóspedes Airbnb, com um total de 718 mil viajantes no ano de 2016, representando um crescimento de 66% face ao ano transato. Estes hóspedes passaram, em média, 4,1 noites em Lisboa.

No âmbito do acordo que a Airbnb celebrou com a Câmara Municipal de Lisboa, relativamente à coleta da taxa turística de 1€ por noite na capital portuguesa, desde maio de 2016 até ao final do ano, a plataforma entregou 1,74 milhões de euros à autarquia. A partir de 1 de maio de 2016, a Airbnb começou a coletar e a enviar a taxa turística dos hóspedes, em nome dos anfitriões de Lisboa. Em apenas oito meses, a Airbnb entregou 1,74 milhões de Euros de taxa turística à Câmara Municipal de Lisboa e ao turismo local.
Mais a norte, o Porto praticamente duplicou (92%) o número de hóspedes em 2016, perfazendo um total de 293 mil viajantes que utilizaram os alojamentos disponíveis na Airbnb para encontrar o melhor anfitrião na cidade invicta. Em média, cada visitante dormiu 3,4 noites na cidade, que conta com 5.000 anfitriões ativos.

Recomendado para si

História da Barbie: A inspirar raparigas desde 1959 "Toda a minha filosofia acerca da Barbie era que através da boneca, uma rapariga pudesse ser tudo aquilo que quisesse. A Barbie sempre representou o f...
Estação de Santa Apolónia entra no Mercado Hoteleiro A Sonae Capital recebeu, da IP - Infraestruturas de Portugal, a adjudicação da subconcessão com vista à instalação e exploração de uma unidade hotelei...
Restaurante O Quintal tem novo chef e consultor gastronómico O restaurante O Quintal, numa pacata rua da Amadora, acompanha as tendências e cresce com as novas e velhas gerações. A pensar nos rostos conhecidos q...
“O Priolo e a fuga à extinção” no Parque Atlântico A exposição itinerante “O Priolo e a fuga à extinção” chega ao Parque Atlântico dia 28 de janeiro. Criada em 2018, no âmbito do projeto Life + Terras ...
MSC Cruzeiros é Cinco Estrelas pelo segundo ano consecutivo A MSC Cruzeiros foi distinguida com o Prémio Cinco Estrelas 2019, pelo segundo ano consecutivo na categoria “Cruzeiros”, passando assim a integrar um ...
Iguarias e Vinhos do Tejo à prova em 58 restaurantes durante o mês de ... A comida e o legado báquico são indissociáveis à boa mesa portuguesa! Com esse pressuposto, a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo e a Confraria Enó...