23 °C Lisbon, PT
2019-03-23

IBM e Visa tornam automóveis, aparelhos e todos os outros dispositivos conectados em potenciais pontos de venda

A IBM e a Visa anunciaram a primeira colaboração da indústria para promover novos pontos de venda onde quer que a Visa seja aceite, permitindo que as empresas implementem rapidamente experiências de pagamento seguras em qualquer dispositivo conectado à Internet das Coisas (IoT).

A visão e o compromisso partilhado é incorporar pagamentos e comércio em qualquer dispositivo – desde um relógio, um anel, um aparelho ou até de um carro. Sob esta colaboração, as empresas podem implementar pagamentos seguros em todas as suas linhas de produtos recorrendo ao Visa Token Service, uma nova tecnologia de segurança que substitui informações de conta de pagamento confidenciais encontradas em cartões de pagamento por um identificador digital exclusivo, através da plataforma Watson IoT da IBM. Como resultado, a IBM e a Visa poderão suportar pagamentos e comércio na maior parte dos 20 mil milhões de dispositivos conectados estimados na economia global até 2020.

“A IoT está literalmente a mudar o mundo à nossa volta, seja permitindo que as empresas alcancem níveis inimagináveis de eficiência ou permitindo que uma máquina de lavar roupa garanta que nunca fiquemos sem detergente. E por trás desta transformação encontram-se empresas como a Visa e tecnológicas como a plataforma IBM Watson IoT,” disse Harriet Green, Diretor Geral da IBM Watson IoT. “Esta combinação das tecnologias IoT – líderes da indústria da IBM – com os serviços de pagamento Visa, significa o próximo momento definidor do retalho, permitindo pagamentos em qualquer objeto conectado, com novos níveis de simplicidade e conveniência para todos.”

Pub

Exemplos de Comércio com base na IoT:

Imaginemos o carro de um consumidor. Os especialistas estimam que existirão 380 milhões de carros conectados até 2021[ii]. No caso do ecossistema automóvel se conectar à plataforma Watson IoT, o condutor seria alertado quando a garantia ou certificação do carro estiver prestes a expirar ou se precisar de substituição de peças de carro específicas. Com esta informação, o condutor pode encomendar peças com o simples premir de um botão ou agendar um serviço na sua garagem local preferida. O condutor poderia até mesmo pagar o combustível através de uma interação direta entre o carro e a estação de abastecimento.

Da mesma forma, um runner que tenha um dispositivo fitness wireless, poderia receber um alerta digital no momento em que deve substituir as suas sapatilhas de corrida, incluindo uma recomendação do melhor modelo, ao melhor preço, de uma loja preferida. Poderiam ser facultadas recomendações adicionais e adaptadas, incluindo recomendações de nutrição e equipamento, com base no desempenho individual, climas locais e nas preferências de compras.

“A Internet das Coisas não está apenas a promover um mundo mais conectado, está a alterar o modo como vivemos, compramos e pagamos, ao transportar dados e pontos de venda para onde o consumidor deseja,” disse Jim McCarthy, Vice-presidente Executivo de Inovação e Parcerias Estratégicas da Visa Inc. “Com o poder das tecnologias cognitivas da Watson e da liderança da IBM em IoT e segurança, este é o parceiro ideal para nos ajudar a oferecer pagamentos seguros ‘praticamente em qualquer lugar’ e na enorme escala da IoT.”

Como funciona:

No futuro, com esta colaboração, todos os clientes da plataforma IBM Watson IoT terão acesso aos serviços de pagamento Visa através do IBM Cloud. Como resultado, em alternativa à aproximação das empresas numa base individual, a IBM e a Visa fornecerão a todos os clientes acesso a esses recursos, para que os mesmos possam começar a criar experiências de comércio personalizadas e fazer recomendações proativas com base nas necessidades únicas dos consumidores.

Como parte desta colaboração, as empresas garantem também que todas as informações do consumidor permanecem seguras, alavancando o Token Service da Visa, que substitui as informações confidenciais da conta encontradas em cartões de pagamento, como o número de conta de 16 dígitos, a data de validade e o código de segurança por um identificador digital exclusivo que pode ser usado para processar pagamentos sem expor os detalhes da conta. O serviço Visa Token é acessível através de uma rede de provedores de serviços token (PST’s) como parte do programa de parcerias Visa Ready, que certifica a próxima geração de soluções de pagamento de terceiros com o objetivo de garantir que estes preencham os padrões e especificações de segurança da Visa tendo uma aceitação global segura.

Recomendado para si

Coleção “Absolus d’Orient” da Guerlain apresenta o Cuir Intense... A coleção “Absolus d'Orient” da Guerlain, que representa um novo sonho oriental moldado pelos aromas de bálsamos preciosos, madeiras raras, especiari...
Tendência Athleisure continua a marcar o posicionamento da Sportzone A Sport Zone apresenta a coleção Primavera/Verão, a temporada mais cobiçada da moda desportiva. Uma marca antes assente no mundo do desporto, hoje te...
Portuguesa Pagaqui já carrega os novos passes Navegante A Pagaqui, empresa portuguesa que atua no setor de pagamentos, vai realizar carregamentos dos novos passes Navegante. A partir de hoje, é possível ca...
“Os novos perfis e tendências de recrutamento no setor de retalho.”... O retalho é, sem dúvida, uma área dinâmica onde a crescente evolução tecnológica traz consigo, não só um grande leque de oportunidades, mas também in...
Confraria celebra aniversário com fusão de sabores do Japão e Ocidente... A Confraria celebra 11 anos de existência e sucesso com uma nova carta e um rebranding. Utilizando ingredientes de elevada qualidade, inspirados ...
Persil lança versão Premium com tecnologia de suavização de vincos Persil Premium Limpo & Suave chega às lojas para facilitar o dia-a-dia dos portugueses. O novo detergente líquido contém uma fórmula superior que...