16 °C Lisbon, PT
2018-12-18

«1917 – o ano que mudou o mundo», de Angelo D’Orsi

Chega amanhã às livrarias portuguesas «1917 – o ano que mudou o mundo», de Angelo D’Orsi, um livro que analisa os acontecimentos mais marcantes e determinantes ao longo de cada um dos 12 meses desse ano e que sugerem ligações e estabelecem paralelos com os nossos dias.

Capítulo a capítulo, e mês a mês, o autor constrói uma narrativa que une esses eventos e e que contribui para se compreender a importância de 1917 nas ideias políticas e mundiais e o percurso da História. Miguel Real, prefaciador deste livro, afirma que se trata de «(…) oportuna leitura, contribuindo de um modo decisivo para a consciencialização dos traços fundamentais da história internacional do século XX.»​

Em «1917 – o ano que mudou o mundo», são abordados de forma pormenorizada os seguintes episódios:

  • Janeiro: A guerra submarina.
  • Fevereiro: A revisão da Constituição Mexicana; o conflito com a Igreja Católica.
  • Março: «Revolução de Fevereiro» na Rússia; o Czar Nicolau é forçado a abdicar pelos Mencheviques.
  • Abril: Entrada dos EUA na I Guerra Mundial; publicação das «Teses de Abril», de Lenin, no Pravda.
  • Maio: As aparições de Fátima; os três pastorinhos; a Igreja Católica e a intensificação do culto mariano, o mês sobrenatural.
  • Junho: Pesadas derrotas para os aliados; guerra aérea intensifica-se; a Grécia entra na Guerra.
  • Julho: Formação da Jugoslávia.
  • Agosto: Papa Bento XV toma uma posição pública contra o «massacre inútil» que banha o Mundo de sangue; fica conhecido como o primeiro papa pacifista.
  • Setembro: Manifestações pacifistas ani-guerra alastram por várias cidades europeias.
  • Outubro: Mata Hari é executada em Paris; as tropas italianas são derrotadas em Caporetto, memória que viria a servir a retórica de Mussolini.
  • Novembro: Aprovação da Declaração de Balfour, primeiro passo para a fundação do Estado de Israel e para uma nova organização do Médio Oriente.
  • Deze​mbro: Nasce o Fascio Parlamentare di Difesa Nazionale, partido precursor do fascismo de Mussolini.

Recomendado para si

«Hoje Estarás Comigo no Paraíso», o regresso de Bruno Vieira Amaral... Bruno Vieira Amaral recebeu todos os prémios literários de prestígio em Portugal: o Prémio Saramago 2015, o Prémio Pen para Narrativa 2013, o Prémio F...
«Regresso à Pequena Ilha», de Bill Bryson Regresso à Pequena Ilha, de Bill Bryson, já chegou às livrarias. O livro narra as aventuras de um americano em terras de Sua Majestade, com um tom des...
Os Ditadores, do historiador britânico Richard Overy Os Ditadores, que já se tornou numa referência e que, segundo o The Guardian, é «um livro que precisava de ser escrito», é uma arrepiante análise do p...
Gloria in Excelsis: As Mais Belas Histórias Portuguesas de Natal A reedição de «Gloria in Excelsis: As Mais Belas Histórias Portuguesas de Natal», antologia organizada por Vasco Graça Moura, encontra-se, a partir de...
O Código Da Vinci, de Dan Brown, agora adaptado ao leitor Young Adult O Código da Vinci, de Dan Brown, é um dos romances mais lidos de todos os tempos, e agora chega numa versão dirigida a um público mais jovem (young ad...
«Como Viver Sem Ansiedade» chega às livrarias É possível aprender a lidar com a preocupação de forma a que esta não controle a nossa vida e não nos deixe tensos ou ansiosos. Como Viver Sem Ansieda...