Home | Tecnologia | Som e Imagem | Sound artist Bill Fontana vem a Portugal captar os sons do Porto

Sound artist Bill Fontana vem a Portugal captar os sons do Porto

Bill Fontana – sound artist mundialmente reconhecido pelas instalações sonoras realizadas a partir da ponte Golden Gate, da Torre Eiffel ou das dunas de areia em Abu Dhabi – estará, na próxima segunda e terça-feira, 27 e 28 de março, na Católica Porto. O artista é o convidado da primeira sessão das CITAR Talks, iniciativa promovida pelo CITAR (Centro de Investigação em Ciência e Tecnologia das Artes) da Escola das Artes da Universidade Católica – Porto. A sessão conduzida pelo compositor e artista americano integra uma palestra, que decorre a 27 de março, às 17h30, no campus Foz da instituição, e um workshop, que será dinamizado durante os dois dias da visita (27 e 28 de março) em alguns dos locais mais emblemáticos da cidade do Porto.

Durante a palestra, será possível conhecer, na primeira pessoa, as obras mais relevantes do artista, bem como o seu processo criativo, que se distingue pela capacidade de transformar a perceção de espaços visuais ou arquitetónicos. Já os participantes do workshop (12 no máximo) terão a oportunidade única de, diretamente com o artista, experimentar recolher sons em alguns dos locais incontornáveis da cidade. A entrada na palestra é livre, mas as inscrições para o workshop deverão ser realizadas no site do CITAR (http://citar.artes.porto.ucp.pt/).

As CITAR Taks visam promover o encontro com as mais destacadas individualidades ou grupos que trabalhem em Ciência e Tecnologia das Artes, através de encontros que assumirão as mais diversas formas, desde palestras, workshops, exposições ou reuniões informais. Com cada convidado, existirá, sempre, um momento público, aberto à comunidade. A próxima CITAR Talk está marcada para outubro e contará com a presença de Gerfried Stocker, diretor artístico do Festival Ars Electronica.

O artista que descobre o som das coisas e dos locais
Bill Fontana, reconhecido internacionalmente pelas experiências pioneiras com o som, revolucionou a prática de sound design. O artista tem trabalhado o som como um meio escultural, transformando as perceções no plano visual e nos espaços arquitetónicos. Entre os locais em que as suas obras já foram apresentadas, destaque-se, por exemplo, o Whitney Museum of American Art, o San Francisco Museum of Modern Art, o Tate Modern e Tate Britain, em Londres, e a Art Gallery of NSE, em Sydney.

Check Also

Sonae investe mais de 100 milhões de euros em inovação no retalho

A Sonae manteve a sua aposta estratégica na inovação em 2018, tendo desenvolvido mais de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.