12 °C Lisbon, PT
2019-01-20

Lisboa recebe eCooltra Scootersharing, a primeira rede de scooters elétricas partilhadas

A eCooltra Scootersharing, serviço de aluguer de scooters elétricas por minutos, foi apresentada hoje em Lisboa. Depois de Barcelona, Lisboa é, a par com Roma e Madrid, uma das primeiras capitais europeias a acolher a eCooltra. O projeto é um serviço da Cooltra, empresa líder em aluguer de scooters na Europa, que propõe um novo conceito de mobilidade que complementa o transporte público e substitui o transporte privado de forma eficaz, ajudando o meio ambiente e promovendo uma mobilidade sustentável.

Só precisa do seu smartphone

Através de um sistema free float, ou seja, levantar e deixar a scooter onde quiser, o utilizador torna-se proprietário por alguns minutos de uma das scooters elétricas eCooltra.
Após fazer download e registo na App oficial eCooltra Scootersharing, o utilizador pode geolocalizar as scooters mais perto de si e escolher a que quer reservar sempre com a mesma tarifa: 0,24€ por minuto. Uma vez feita a reserva, a eCooltra oferece 15 minutos para chegar até à scooter e possa iniciar a viagem ou então cancelar a reserva sem nenhum custo adicional.

Uma vez encontrada a scooter reservada, o utilizador desbloqueia o assento para levantar o capacete e a mota liga-se através da app (arranque sem chave). Também para desligar a scooter basta apenas utilizar o smartphone. Uma vez terminado o serviço, o custo é debitado automaticamente no cartão de crédito utilizado no registo.
Para Timo Buetefisch, CEO da Cooltra, “lançámos o eCooltra em Barcelona, em março de 2016, com uma frota de 250 scooters e atualmente já contamos com 360 scooters, só em Barcelona. Lisboa é atualmente uma das cidades mais vibrantes da Europa pelo que esta complementaridade na resposta aos transportes públicos e partilhados encaixa totalmente com o nosso target. Temos, por isso, grandes expetativas com a escolha para lançar aqui a eCooltra: contamos já com a frota de 170 scooters previstas este ano e o objetivo será ampliá-la em 2018”, referiu.

Tecnologia made in Portugal

O projeto inclui soluções tecnológicas de última geração, desenvolvidas em parceira com o CEiiA, centro tecnológico português especializado em aeronáutica, automação e mobilidade, que equipa a parte tecnológica do veículo e se encarrega do desenvolvimento da App, otimizando a gestão e funcionamento do serviço e aumentando a experiência do utilizador. Através da App que agiliza e centraliza todas as operações, o utilizador reserva, utiliza e paga o serviço. Por outro lado, as scooters, totalmente elétricas, incorporam tecnologia de geolocalização, comunicações e uma unidade lógica – computador de bordo – que regula o seu funcionamento.
O serviço contempla ainda um seguro com franquia para danos no veículo e a terceiros.

Recomendado para si

MSC Cruzeiros é Cinco Estrelas pelo segundo ano consecutivo A MSC Cruzeiros foi distinguida com o Prémio Cinco Estrelas 2019, pelo segundo ano consecutivo na categoria “Cruzeiros”, passando assim a integrar um ...
Iguarias e Vinhos do Tejo à prova em 58 restaurantes durante o mês de ... A comida e o legado báquico são indissociáveis à boa mesa portuguesa! Com esse pressuposto, a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo e a Confraria Enó...
smart promove test drive pop-up no Capitólio Com o objetivo de premiar aqueles que querem ser os precursores da condução elétrica, a smart vai promover no próximo dia 19 de janeiro, sábado, um te...
Forum Algarve contribui para a reflorestação de 25 Hectares na Serra d... Resultado da campanha solidária deste Natal, o Forum Algarve, centro gerido pela Multi Portugal, prepara-se para, em parceria com a Câmara Municipal d...
FNAC abre no Dolce Vita Tejo A FNAC da cidade da Amadora será composta por 1.000 m²de área total (e 815m² de área comercial) e vai contar com uma oferta de 18.000 referências. À o...
Nosso Shopping passa a ter Super Programa todos os dias O Super Programa do Nosso Shopping, que inclui um bilhete paras um filme em exibição e jantar, já é conhecido dos visitantes do Centro Comercial, mas ...