9 °C Lisbon, PT
2019-01-17

Oliveira Da Serra lança nova gama de Vinagres de Fruta Portuguesa

Um workshop com quatro receitas realizado pelo Chef Vitor Sobral foi o mote para mostrar as potencialidades e usos da nova gama de vinagres de fruta portuguesa Oliveira da Serra.

Tomate, Pêra Rocha, Figo e Maçã são os novos sabores únicos da gama de vinagres que trazem um sabor único e um toque especial às refeições dos portugueses. Coube ao Chef Vitor Sobral, no restaurante Peixaria da Esquina, mostrar a versatilidade dos produtos. O primeiro foi o vinagre de tomate que foi utilizado num creme de tomate acompanhado de salada de bacalhau em que a cebola foi também marinada na mesma variedade de vinagre.

De acordo com as sugestões do Chef: “O vinagre de tomate tem um gosto final de legumes maduros e uma acidez redonda. É bom para ser apreciado em saladas verdes, de tomate e de legumes. É também excelente em pratos grelhados como peixes gordos e carnes de porco, bem como na confeção de pratos com arroz carolino”.

Pub

Depois a aula continuou com uma salada de rúcula com requeijão com um vinagrete de anchovas. Aqui a aposta foi no vinagre de figo, uma variedade que, segundo a opinião do Chef tem um gosto final adocicado com um ligeiro toque de fruta seca. É ideal para aromatizar saladas compostas por queijos (queijos frescos, requeijão), saladas de agrião e rúcula. É também recomendado para pratos de peixe corados e pratos de aves (sobretudo aves de sabor forte).

O terceiro prato foi robalo marinado com pimentos assados, manga, mirtilos e poejos, em que o vinagre utilizado foi o de maçã. Este vinagre, na sugestão do Chef, tem um sabor final agridoce. É uma boa opção para temperar saladas compostas (arroz, legumes, fruta), pratos de peixe marinados, carpaccios, carnes de frango cozinhadas e de porco.

Finalmente, o único prato quente foi a garoupa que foi temperada com o vinagre de pêra-rocha. Este vinagre “tem um ligeiro sabor a pêra, tal como indica o nome, e um final cítrico. Este vinagre é ideal para aromatizar saladas leguminosas (lentilhas, feijão, grão), vinagretes em geral, pratos de peixe de sabor forte e pratos de carne de cabrito e borrego guisados ou de forno”.

De acordo com a marca, “estes novos vinagres não só respondem à necessidade de maior variedade de sabor e vontade de experimentação, como também vêm proporcionar uma sensação de frescura e leveza aos pratos dos portugueses”.

Cada um destes sabores apresenta qualidades únicas, que se evidenciam pela diferenciação e criatividade na cozinha. Os frutos são criteriosamente selecionados, e fazem da Nova Gama de Vinagre de Fruta de Oliveira da Serra produtos únicos, criando uma ligação perfeita e original em cada prato.

Recomendado para si

Iguarias e Vinhos do Tejo à prova em 58 restaurantes durante o mês de ... A comida e o legado báquico são indissociáveis à boa mesa portuguesa! Com esse pressuposto, a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo e a Confraria Enó...
Evel branco 2017 no Top 100 Best Values da Wine Spectator Há quem diga “não há duas sem três”. Nós acrescentamos: “não há três sem quatro!” Afinal, é o quarto ano consecutivo em que a prestigiada revista nort...
Sabor do Ano 2019 distingue mais de 120 produtos A edição de 2019 do prémio SABOR DO ANO premeia 121 produtos em mais de 63 categorias – um número recorde para a edição portuguesa. No total, são cerc...
Vila Galé aposta na gastronomia portuguesa Com o objetivo de divulgar os sabores portugueses, a Vila Galé volta a promover a iniciativa gastronómica 12 Meses, 12 Pratos, 12 Euros. Assim, todos ...
Delta Cafés entra no mercado de barras de cereais Respondendo a estas necessidade dos consumidores, chega agora ao mercado a nova aposta da Delta Cafés – Croffee, uma barra de cereais saudável, sacian...
Imperial lança edição solidária da tablete Pantagruel 70% cacau A Imperial prepara-se para lançar, no primeiro trimestre de 2019, uma campanha solidária a favor da Associação Bagos D’Ouro. O maior produtor nacional...