Home | Lazer | Gestapo: O Mito e a Realidade da Polícia Secreta de Hitler

Gestapo: O Mito e a Realidade da Polícia Secreta de Hitler

O objetivo central deste livro é explorar o impacto da Gestapo nos cidadãos alemães que viviam sob o regime de Hitler. Começa com uma explicação detalhada do modo como a Gestapo nasceu. Observa, em seguida, os antecedentes e métodos dos agentes da Gestapo, fornecendo alguma informação nova bastante surpreendente. Investiga depois as principais vítimas do terror nazi, com especial destaque para os dissidentes religiosos, os comunistas, os «marginais sociais» e os judeus. É nestes capítulos que as trágicas provações humanas das vítimas assumem o protagonismo. Sublinha-se de igual forma a extensão da ajuda fornecida à Gestapo pelo público, pela Polícia Criminal (Kripo), e pelas agências de assistência social. Segue-se um pormenorizado capítulo de conclusão que explica o destino dos agentes da Gestapo nos julgamentos do pós-guerra. No geral, este livro fornece uma contribuição muito importante para a compreensão do terror na sociedade nazi. – ​​Frank McDonough.

A Gestapo tornou-se uma lenda. Descrita popularmente como uma espécie de Big Brother todo-poderoso do estado policial totalitário nazi, tinha como objetivo declarado a perseguição dos «inimigos do povo». Mas, de todas as histórias que se construíram à volta deste tão importante braço das SS, quais serão verdade?

Baseando-se numa investigação detalhada de documentos até hoje não publicados, Gestapo: O Mito e a Realidade da Polícia Secreta de Hitler (Vogais l 360 pp | 19,99€) debruça-se sobre as histórias fascinantes, vívidas e frequentemente perturbadoras de todos aqueles que na Alemanha se opuseram ao regime de Hitler. Conta também as narrativas dos seus vizinhos, amigos e familiares, que tantas vezes se viram apanhados na teia da Gestapo, como informadores ou mesmo trabalhando diretamente com a agência.

Ao questionar a versão oficial, expondo as limitações de pessoal que a Gestapo tinha, e que tornavam impossível vigiar a totalidade da população, ficamos finalmente a conhecer os métodos e as técnicas que a polícia política do regime usava de facto na sua insidiosa missão.

É ao investigar em grande pormenor casos da Gestapo que este livro oferece uma entrada original e provocante para a vida quotidiana na Alemanha nazi, e pinta um retrato gráfico de várias vítimas do terror nazi. – Frank McDonough.

Check Also

Figueiró dos Vinhos acolhe 1ª Edição de Festival de Arte

Este evento, que se apresentará pela primeira vez este ano em Figueiró dos Vinhos, entre …