Católica promove Innovation Day centrado na Economia Circular

Iniciativa, que destaca a importância do desenvolvimento sustentável, revela desafios da Economia Circular no setor agroalimentar em Portugal

A Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica – Porto promove, a 30 de junho, um Innovation Day que, este ano, tem como tema a Economia Circular, modelo económico que aposta na preservação de recursos, na otimização da produção e consumo, promovendo a regeneração, a reutilização e o redesenho de produtos, para gerar o menor desperdício possível e promover um desenvolvimento sustentável. Refira-se que este modelo assume uma importância acrescida na criação de postos de trabalho, na promoção de inovação com vantagem concorrencial e, ainda, na preservação do ambiente e na qualidade de vida das pessoas. O evento tem início às 9h30 e decorre no campus Asprela da instituição.

Os desafios da Economia Circular no setor agroalimentar em Portugal é o tema em destaque na conferência que terá a intervenção de Elisabete Matos (diretora de Inovação da Soja de Portugal), Jorge Portugal (diretor geral da COTEC) e de Benedita Chaves (gestora da Unidade de IDI da Lipor). A iniciativa integra, ainda, a análise de alguns casos de estudo nesta área, durante a mesa redonda moderada pela jornalista Teresa Silveira e que conta com a participação de João Nunes (CEO da Associação BLC3), de Diego Amores (diretor geral da Entomo AgroIndustrial) e de Débora Campos, investigadora do Centro de Biologia e Química Fina (CBQF) da Universidade Católica – Porto.

Já durante a tarde, os participantes terão a oportunidade de realizar uma visita guiada ao CBFQ, ao Kitchen Lab da ESB – uma “cozinha laboratório” que se assemelha a uma cozinha industrial moderna, mas que se encontra complementada com alguns instrumentos de análise, tal como um laboratório de química – e à Plataforma Analítica e à Plataforma Biologia Molecular. As visitas são gratuitas, mas requerem registo prévio, sendo que os interessados podem inscrever-se através do link https://goo.gl/iWwEwT.

Recomendado para si

Mais tempo e menos esforço: é isto que pede o consumidor As mudanças sociológicas que temos vindo a assistir nos últimos anos trazem-nos um consumidor que pede mais tempo e menos esforço nas suas compras. A...
Grande Consumo em Portugal mais focado no preço do que na in... A inovação mais relevante introduzida no setor do Grande Consumo em Portugal poderia ter gerado, entre 2013 e 2016, um PIB adicional na economia portu...
Empresas portuguesas abaixo da média europeia na aplicação d... Acaba de ser apresentado o estudo "Inteligência Artificial na Europa", desenvolvido pela EY em nome da Microsoft, que revela que as empresas portugues...
Congresso GS1 Portugal discute impacto do digital nos negóci... A GS1 Portugal vai realizar o seu quarto Congresso nacional e abordar a “Indústria 4.0” e o papel do consumidor no centro das redes de valor colaborat...
Bens de Grande Consumo crescem em volume e preço Segundo o relatório Growth Reporter referente ao segundo trimestre de 2018, desenvolvido pela Nielsen, as vendas dos Bens de Grande Consumo apresentar...
Má saúde oral pode originar complicações cardíacas Desde dos nossos primórdios que se fala da influência da saúde oral em todo o corpo humano, e se, em 1900, desconfiava-se que determinadas patologias ...