68% dos portugueses já preferem pagamento com cartão face ao dinheiro físico

O Estudo de Opinião do Consumidor foi realizado pela Advanced Consultancy e revela também a continuidade da tendência de crescimento, visto que 58% dos entrevistados afirmam serem portadores de uma menor quantia de dinheiro na carteira (média diária de 21 euros), enquanto que 91% dos inquiridos confirmam nunca sair de casa sem os seus cartões.
Conveniência, disponibilidade, comodidade, elevada aceitação e segurança são os principais motivos pelos quais os participantes do estudo preferem pagar através de cartão, sendo os retalhistas mais populares os hotéis, lojas de vestuário, grandes superfícies comerciais, postos de abastecimento e restaurantes. A utilização de dinheiro físico está geralmente associada a valores abaixo de 10 euros.

“Graças à expansão dos pagamentos Contactless, a tendência para o aumento dos pagamentos eletrónicos irá continuar. De facto, os consumidores portugueses irão experenciar um método mais rápido, seguro e conveniente de pagamento com os seus cartões de débito Visa”, refere Paula Antunes da Costa, Country Manager da Visa em Portugal.

De acordo com o estudo, a grande maioria dos consumidores portugueses acredita que os pagamentos eletrónicos são o futuro.

  • 86% dos participantes da análise garantem ter uma percepção clara de que o pagamento com cartão continuará a crescer.
  • 85% constataram a possibilidade de utilizar o cartão num maior número de estabelecimentos em Portugal.
  • 80% considera como situação ideal a possibilidade de poder pagar com cartão sempre, em qualquer lugar e independentemente do valor, por menor que seja.
  • 73% dos inquiridos associa a ideia positiva de modernidade e inovação de um estabelecimento e os serviços prestados à possibilidade de serem pagos através do cartão.

Crescimento do Contactless…

O estudo da Visa também revela um avanço significativo nos pagamentos Contactless no mercado português. De facto, 29% dos portugueses afirmam já recorrerem ao pagamento Contactless nas suas compras. Elogiam a rapidez (70%) e a conveniência (40%) como os principais motivos para a escolha de pagamentos Contactless. Os supermercados (70%) e os grandes retalhistas (64%) são os locais ou estabelecimentos onde esta tecnologia é mais utilizada, embora os portugueses também desejem efetuar pagamentos Contactless em transportes públicos (41%), postos de abastecimento (38%), bares, cafés e
restaurantes (34%) e parques de estacionamento e portagens (32%).
“A tecnologia Contactless está a crescer rapidamente constituindo o tipo de inovação que nos irá permitir absorver uma parte significativa das transações que ainda são feitas em dinheiro em Portugal. No nosso país, já temos uma boa taxa de aceitação, mas ainda temos muito que trabalhar na contextualização de titulares de contas Visa no que diz respeito ao pagamento Contactless, pois 43% dos inquiridos ainda não estão familiarizados com o mesmo”, conclui Paula Antunes da Costa.

Recomendado para si

Vencedor do Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce chega a 17 às loj... O Pingo Doce apresenta amanhã o livro "O Narciso com Pelos no Nariz, vencedor da 5ª edição do Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce, cuja autoria p...
Vista Alegre lança Prémio Internacional de Ilustração em Porcelana A Vista Alegre instituiu o Prémio Internacional de Ilustração e Porcelana, cuja primeira edição está já em curso, numa parceria com a Tcharan Editora ...
MEISTERSINGER apresenta nova edição especial dedicada ao Fado Depois do sucesso da coleção City Edition dedicada à cidade de Lisboa de 2017, a marca alemã MeisterSinger apresenta, este ano, uma edição especial de...
Vinhos do Tejo em parceria com a TAP levam néctares a bordo Desafiada pela TAP, a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo) rapidamente “embarcou” na iniciativa ‘TAP Wine Experience’, convidando os seus...
Marciano apresenta campanha Holiday 2018 A campanha Holiday 2018 da Marciano, com direção criativa de Paul Marciano e fotografada pela objetiva de Thomas Louvagny, foi realizada no coração de...
Apenas 4 por cento dos fumadores consegue deixar de fumar sem ajuda No âmbito do Dia Nacional do Não Fumador, que se assinala a 17 de novembro, a Pfizer lança a plataforma online “Deixar de Fumar com Ajuda”, que preten...