Fama d’Alfama, um novo restaurante “conciliador de culturas e afinidades”

Alfama tem um novo espaço para saborear a cozinha autêntica portuguesa e celebrar de forma única a cultura lusófona e do mundo: o Restaurante Fama d’Alfama.

«Este é um espaço de união de culturas, de afinidades e igualdade. Acredito que estes valores são os pilares do bem-estar social, da nossa existência e no Fama d’Alfama vivemo-los também», salienta João Cardim, proprietário e gerente do novo espaço. Com 38 anos de idade, este empresário trabalhou durante sete anos em países lusófonos e, ao regressar a Portugal, decidiu «viver a lusofonia dentro de Alfama», bairro onde tem raízes familiares.

O conceito do novo restaurante localizado na Rua do Terreiro do Trigo, próximo do Museu do Fado, sente-se ao passar a porta. São marcantes os apontamentos de Art Déco e à liberdade criativa de artistas portugueses, como Almada Negreiros, Amadeo de Souza-Cardoso ou Stuart Carvalhais. A decoração do espaço espaço evoca o virar do século XX e o início da Primeira República. «É um espaço revivalista que pretende celebrar o futuro, o bem-estar, as relações interpessoais, a paz e a diversidade cultural», sublinha João Cardim.

Conteúdo patrocinado

Neste espírito de conciliação, o menu privilegia pratos tradicionais da gastronomia nacional, que convivem com os pratos do dia típicos de países da diáspora portuguesa. Da oferta da carta o responsável destaca, nas entradas, a Salada da Casa (com feijão frade e sardinhas) «única em Alfama», a Salada de Mexilhão e, entre as especialidades, Polvo à Lagareiro e Bochechas de Porco. Nas sobremesas, Morgado do Bussaco, Fondant com Gelado ou Gelado de Frutas com Vodka são algumas das opções diferenciadoras.

Os vinhos são fornecidos em exclusivo pela Sogrape, empresa de cariz familiar e vocação internacional, focada na produção de vinhos de qualidade, na inovação e no desenvolvimento de marcas portuguesas de nível global.

Cultura à mesa e no palco

O Restaurante Fama d’Alfama alia os momentos gastronómicos a vários tipos de arte, o que resulta numa agenda variada de espetáculos ao vivo. «É uma aposta cultural integradora, que nos distingue e que, acima de tudo, celebra a diversidade artística», afirma João Cardim. As noites de quarta-feira são reservadas a stand-up comedy com o Laboratório da Comédia da Bang Produções, enquanto à quinta-feira se ouve o tradicional fado, nas vozes de Maria Mirra e Ana Marisa, acompanhadas na guitarra portuguesa por Ângelo Freire – músico proeminente no circuito do fado – e na viola por Pedro Soares. A sexta-feira e o sábado estão reservados a outros géneros musicais, como por exemplo blues.

Em meados de dezembro, estreia no palco do Restaurante Fama d’Alfama uma nova iniciativa: Cinepop Gourmet. Fruto de uma parceria com o Cinepop, ao final das tardes de sábado serão exibidos filmes icónicos das décadas de 50 a 90 que servirão de inspiração para a realização de jantares temáticos.