Home | Lazer | Os Últimos Dias da Humanidade vence Prémio de Tradução Literária da SPA

Os Últimos Dias da Humanidade vence Prémio de Tradução Literária da SPA

A tradução inédita para português de Os Últimos Dias da Humanidade, de Karl Kraus – concebida aquando da apresentação do espetáculo, com o mesmo nome, produzido pelo Teatro Nacional São João, em 2016 –, venceu o Prémio de Tradução Literária da Sociedade Portuguesa de Autores. A obra “megalómana” do dramaturgo alemão, que conta com mais de 200 cenas, foi escrita entre 1915 e 1922 e publicada pela primeira vez na revista Die Fackel por si fundada, constituindo a figuração, em forma dramática, de todo o imenso material compilado por Kraus ao longo dos anos em que decorreu a Primeira Grande Guerra. O trabalho dedicado de António Sousa Ribeiro na tradução integral da obra vai ser reconhecido pela SPA numa cerimónia que decorre no próximo dia 15 de dezembro, às 17h00. O livro, que resulta de uma edição TNSJ/Húmus, está disponível na loja do TNSJ – Teatro Nacional São João, por 25 euros.

António Sousa Ribeiro tem um vasto percurso enquanto docente e investigador e conta várias publicações centradas na literatura de expressão alemã (com especial incidência em Karl Kraus e na modernidade vienense), literatura comparada, teoria literária, estudos culturais, estudos pós-coloniais e sociologia da cultura. É professor catedrático do Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas (Estudos Germanísticos) da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e coordenador da direção do Centro de Estudos Sociais da mesma universidade.

Check Also

Lisbon Marriott Hotel recebe a Hello Summer Wine Party

Como habitualmente, o jardim do Lisbon Marriott Hotel é o palco de mais uma edição do evento, …