Home | Destinos | Companhias Aéreas | Os leilões solidários da TAP Air Portugal estão de volta

Os leilões solidários da TAP Air Portugal estão de volta

A parceria da TAP Air Portugal com a eSolidar – plataforma online de angariação de fundos – continua a dar cartas na solidariedade. Em 2017 apenas com os leilões solidários da TAP foram angariados mais de 16.000€ que reverteram a favor de 4 organizações sem fins lucrativos.

Em 2018, os leilões solidários de materiais de avião como cadeiras usadas, galleys e armários, estão de volta para apoiar mais organizações sem fins lucrativos.

Iniciou-se o leilão que irá apoiar a Casa Mimar e conta com a colaboração da empresa EAD – Empresa de Arquivo de Documentação, líder de mercado em Portugal e pioneira em custódia e gestão de arquivo no país com 25 anos de existência, que no âmbito da responsabilidade social disponibilizou o espaço onde este material estará armazenado.

Estão disponíveis mais de 60 leilões de cadeiras que pertenceram à classe executiva e classe económica, galleys, armários e muito mais no site da eSolidar (https://esolidar.com/b/tapresponsabilidadesocial) até ao próximo Domingo, 04 de Março de 2018.

A Associação Mimar é uma Instituição de Solidariedade Social que criou um novo Centro de Acolhimento Temporário – Casa Mimar – para crianças em perigo, dos 0 aos 6 anos, sem família natural conhecida ou que tenham sido por ela abandonadas ou retiradas por decisão judicial.

O valor angariado reverterá para fazer face a inúmeras despesas correntes do centro de acolhimento temporário que não conseguem cobrir com o apoio institucional da Segurança Social. Estas despesas vão desde a conta da eletricidade/água/gás até fraldas, papas, soro fisiológico, chupetas entre outros.

Check Also

Vinhos de Portugal rumam a Albufeira

São mais de 100 os produtores de vinhos portugueses inscritos na terceira maior mostra de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.