Portuguesa Seaside estreia-se em Moçambique através do shopping BAÍA MALL

Marcas como a portuguesa Seaside, a sul-africana Ocean Basket ou a espanhola Piel de Toro, entre outras, entram no mercado moçambicano através do mais moderno centro comercial do País.

O ritmo de abertura de novas lojas no BAÍA MALL não pára de aumentar. A contribuir para este ritmo acelerado de aberturas está a estreia de grandes marcas internacionais de referência como a marca de calçado portuguesa Seaside, que inaugurou a sua primeira loja em Moçambique este mês. A nova loja da empresa representa uma clara aposta no mercado moçambicano através de um espaço diferenciador da capital do País.

Após a estreia em Moçambique, através da loja no BAÍA MALL, a Seaside pretende abrir até ao final do ano mais três lojas em Maputo. Com mais de 1200 colaboradores, a empresa de calçado conta com mais de 100 lojas em Portugal e com outras 30 lojas em mercados como Espanha, França, Luxemburgo ou Angola. A Seaside é líder de mercado em Portugal e Angola, mercados em que a aposta também passa pela presença nos mais importantes shoppings daqueles países.
Mas as estreias em Moçambique se não ficam por aqui. A cadeia de restauração sul-africana de seafood Ocean Basket também já garantiu um espaço comercial no BAÍA MALL, estando o seu início de actividade em Moçambique marcado para o primeiro trimestre deste ano.

Outras marcas de referência internacionais garantiram, igualmente, um espaço no BAÍA MALL como é o caso da loja de vestuário espanhola Piel de Toro que também decidiu aproveitar o conceito do BAÍA MALL para entrar em Moçambique.


Pub

Apesar de não constituir uma estreia no mercado, a conceituada marca de porcelana portuguesa Vista Alegre também fez questão de abrir uma loja no BAÍA MALL, reforçando assim a sua presença em Moçambique.

A qualidade das instalações, que estão em conformidade com exigentes padrões de qualidade, e a possibilidade de estar num espaço de excelência na capital de Moçambique, são as principais razões para estas marcas apostarem no BAÍA MALL para o arranque da sua actividade no País.
José Paixão, responsável pelo leasing do BAÍA MALL garante que “o ritmo de abertura de lojas é cada vez maior, com mais marcas a inaugurar os seus espaços e com cada vez mais restaurantes a abrir as suas portas”. “A nossa expectativa é que a abertura de novos espaço acelere à medida que se aproxima a inauguração oficial do BAÍA MALL”, afirmou.

Com uma área total de 30.000 m2, um hotel da cadeia Southern Sun, mais de 100 lojas, restaurantes, área de serviços e mais de 900 lugares de estacionamento, o BAÍA MALL contará com um total de 2.000 postos de trabalho directos para além dos empregos indirectos criados em toda a cadeia de valor de suporte.
Recorde-se que o BAÍA MALL é um projecto do ATCM promovido e desenvolvido pela Actis e pela a RPP Developments cujo investimento está avaliado em 96 Milhões de dólares. Os investimentos da Actis, em Moçambique, estão a ser desenvolvidos em parceria estratégia com a Source Capital, boutique de private equity que opera em Moçambique.

A Capital Land é a empresa responsável pela gestão do BAÍA MALL. A empresa é especializada em serviços de gestão e investimento de activos imobiliários com experiência e um portfolio de gestão de activos institucionais e privados em toda a África Austral. Em 2014, a Capital Land foi escolhida pelo fundo internacional Futuregrowth Asset Management para gestão dos seus activos imobiliários que compreendem 19 centros comerciais avaliados em mais de 3,5 mil milhões de Rands e uma área de 267 389m2.