Quinta da Gaivosa considerado melhor vinho do Douro na Alemanha

A distinção foi atribuída no MUNDUS VINI, um dos mais disputados eventos do setor. Além da medalha de “Grande Ouro”, o prémio mais alto a concurso, o Quinta da Gaivosa Tinto 2013 foi considerado o melhor do Douro em prova.

06 de março de 2018 – A Quinta da Gaivosa, projeto familiar liderado por Domingos Alves de Sousa, acaba de trazer para Portugal mais uma importante distinção a nível internacional. Desta vez o destaque foi dado durante o concurso Mundus Vini, que se realiza na Alemanha, ao Quinta da Gaivosa Tinto 2013, o porta-estandarte do produtor.

Além da medalha de “Grande Ouro”, o prémio mais alto do certame, o Quinta da Gaivosa Tinto 2013 foi eleito o melhor da região do Douro em prova. Nota ainda para a medalha de ouro atribuída ao Quinta da Gaivosa Porto LBV 2013. A entrega oficial dos prémios acontece no próximo dia 18 de março, durante a ProWein, também na Alemanha.


Pub

Produzido apenas em anos de qualidade excecional, o Quinta da Gaivosa Tinto 2013 é elaborado à base de 20 castas autóctones da região do Douro, provenientes de vinhas velhas (com mais de 80 anos), como Touriga Franca, Touriga Nacional e Tinto Cão, passando depois por um estágio de 15 meses em barricas novas e, no segundo ano, em barricas de carvalho francês.

A 22ª edição do Mundus Vinis contou com cerca de 13 550 vinhos em prova, sendo que apenas 40% foram premiados. O júri da competição é composto por 270 profissionais do setor, entre enólogos, produtores, críticos e jornalistas especialistas. Com o galardão mais alto, o “Grande Ouro”, ficaram 33 vinhos, quatro dos quais portugueses. Apenas os vinhos que conseguem superar os 95 pontos, dos 100 possíveis, são premiados com a mais elevada distinção.

Lançado pela primeira vez há 25 anos, o Quinta da Gaivosa Tinto é já um dos principais embaixadores dos vinhos portugueses no estrangeiro. Em Portugal é distribuído em exclusivo pela OnWine Distribuição Nacional.

Artigos relacionados