Google removeu 100 anúncios por segundo na rede de anúncios

Em 2017, a Google implementou 28 novas políticas de anúncios e 20 novas políticas para publishers para melhorar ainda mais o combate aos chamados anúncios maus. Tornou mais restritivas as suas políticas para proteger ainda melhor os utilizadores de anúncios enganadores e predatórios e outros esquemas e reforçou a tecnologia para detecção e desactivação mais precisa e rápida dos chamados “bad ads”. No seu relatório anual sobre o tema, a Google revela as principais alterações de políticas em 2017, as principais ameaças com as quais lidou e os resultados e impacto real deste combate. Em 2017, a Google removeu mais de 3,2 mil milhões de anúncios que compara com os 700 milhões verificados em 2015. Significa mais de 100 anúncios por segundo. Em baixo alguns dos números do relatório referente a 2017.

Scott Spencer, Director of Sustainable Ads, Google. sobre o tema disponível no blogue oficial da Google.

  • Scraping: Em 2017, bloqueámos mais de 12.000 websites por actividades de scraping, duplicação e cópia de conteúdos de outros websites. Em 2016, este número atingiu os 10.000 websites
  • Tabloid Cloaking: Foram suspensas mais de 7000 contas de Adwords por tabloid cloaking, face às 1400 verificadas em 2016.
  • Actividade Maliciosa: Removemos mais de 130 milhões de anúncios no ano passado por tentativa de abuso da nossa rede de publicidade através de actividades maliciosas ou por tentativas de enganar ou contornar os nossos processos de análise de anúncios.
  • Malware: Foram bloqueados 79 milhões de anúncios da nossa rede por enviarem automaticamente utilizadores para websites de malware e removemos 400.000 destes websites inseguros.
  • Trick to Click: Foram bloqueados 66 milhões de anúncios apelidados de “trick to click” e 48 milhões de anúncios que tentam levar os utilizadores a instalarem software não solicitado.

Remoção de incentivos económicos para websites criarem e disseminarem conteúdos on-line falsos

  • Em 2017, removemos 320.000 publishers da nossa rede de anúncios e foram bloqueados quase 90.000 websites e 700.000 aplicações mobile por violações de políticas
  • Introduzimos nova tecnologia – apelidada de implementação ao nível de página – que nos permite remover, todos os meses, anúncios Google de mais de 2 milhões de URL’s.
  • Impacto das Políticas de Anúncios
  • No ano passado, adicionámos 28 novas políticas de anúncios e 20 novas políticas para publishers para combater novas ameaças e melhorar a experiência online com os anúncios. Após o reforço das políticas, em Abril de 2017, para cobrir formas de discriminação e intolerância para além do incentivo ao ódio, removemos anúncios da Google de 8700 sites.
  • Conteúdos falsos: Num único mês em 2016, foram analisados mais de 1200 websites para suspeitas de violação da nossa nova política de conteúdos falsos – bloqueando 340 destes websites e pondo fim a 200 publishers. No ano seguinte, foram analisados mais de 11,000 websites por potencialmente violarem esta mesma política – a maioria nos primeiros seis meses do ano. Destes 11,000 websites, foram bloqueados mais de 650 websites e foi posto fim a 90 publishers da nossa rede de anúncios.

Artigos relacionados