Bandida do Pomar chega aos supermercados

A raposa desvendou o seu covil a 30m de profundidade, na passada quinta-feira, dia 19 de abril, a um grupo de convidados especiais e elevou a fasquia , oferecendo uma ‘não festa’ a todos os presentes.

Astuta e ousada, como qualquer raposa, a marca Bandida do Pomar desafiou através de mensagens anónimas um grupo de influenciadores digitais e convidados a dirigirem-se ao local da festa, sem nunca revelar o que lá iria acontecer. Mais tarde, quando receberam o convite, foi-lhes dado um código que permitiu o acesso à festa e abriu os cofres (frigoríficos) espalhados no espaço e carregados com as novas latas de Bandida do Pomar de 50cl.

Nesta ‘não festa’ nada foi comum. Não houve o tipico bar, nem barmans nem mesmo DJ, que surgiu em projeção numa das paredes do espaço. Apenas frigoríficos e caixas trancadas, que depois de abertas por quem descobriu os códigos, escondiam muita sidra e peças de roupa da marca.

Com a festa ‘que nunca aconteceu’ Bandida do Pomar, continua a desafiar convenções e regras. Este é o inicio de um plano de comunicação que está alinhado com o estilo de vida desta marca representado por um ícone que de forma astuta aparece onde menos se espera.