Liberty Seguros lança produto para proteger as empresas de ataques informáticos

Os ataques informáticos têm duplicado de ano para ano. Por mais que as empresas invistam na prevenção e proteção das suas redes, o risco está sempre presente e no contexto da aplicação do Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD), que entra em vigor em maio, as empresas devem estar preparadas para reagir. Para fazer face a esta realidade, a Liberty Seguros acaba de lançar o Liberty Cyber Risks, que pretende responder pelos prejuízos decorrentes de ataques aos canais digitais de pequenas e médias empresas.

De acordo com o estudo Continental European Cyber Risk Survey: 2016 Report, desenvolvido pela consultora Marsh, 25% das empresas em Portugal inquiridas admitiram ter sido alvo de um ataque cibernético nos últimos 12 meses. Já 38% identificam o risco cibernético como o principal dos seus riscos corporativos.

Este tipo de ataques pode, por um lado, deixar a empresa completamente inoperacional, e por outro destruir a confiança dos seus clientes, causando danos reputacionais e de negócio que podem ser irreversíveis. Acresce que a inoperabilidade do sistema informático de uma empresa pode inclusivamente levar ao incumprimento de obrigações contratuais ou mesmo legais.

A pensar nestes dados, a Liberty Seguros acaba de lançar um produto de Responsabilidade Civil destinado às pequenas e médias empresas, que cobre os riscos cibernéticos através do pagamento das indemnizações devidas após ataque aos canais digitais das mesmas.