4,2 M€ para desenvolver Portuguese Trails na Região Centro

A Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior do Programa Valorizar, criado pelo atual Governo, vai apoiar, no âmbito do projeto Portuguese Trails, quatro projetos dedicados ao desenvolvimento de percursos pedestres e cicláveis na Região Centro, com um incentivo total de 4,2 milhões de euros. Os contratos foram hoje assinados na presença do Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, durante uma cerimónia em Santa Comba Dão.

Os projetos incluem:

A requalificação da antiga Linha Ferroviária do Vale do Vouga, transformando-a numa Ecopista com uma extensão global de 58,6 quilómetros, que atravessa Oliveira de Frades, Vouzela, S. Pedro do Sul e Viseu.

A criação da Ciclovia do Mondego, com uma extensão de 39,9 quilómetros, que pretende efetuar a ligação da Ecopista do Dão à Ciclovia EuroVelo1, no concelho da Figueira da Foz, permitindo a criação, no futuro, de um traçado em circuito fechado que liga Figueira da Foz, Viseu e Aveiro.

A criação da Ecovia EuroVelo1 – Rota da Costa Atlântica, com uma extensão de 79 quilómetros, que integra o Programa EuroVelo – European Cycle Route Network, rede de 15 rotas europeias de longa distância. Este projeto diz respeito a duas secções da EuroVelo1, a qual em Portugal tem uma extensão ciclável de 920 quilómetros em zona litoral.

O apoio à inGAMBA, um projeto que pretende reforçar a oferta de Cycling Holidays – Trips em Portugal, direcionada para um segmento de luxo, e simultaneamente, centrar no país toda a operação internacional da empresa, apostando no reforço dos meios para desenvolver e gerir os pacotes cycling nacionais e criando condições para internacionalizar a operação através de Portugal. O projeto integra 4 trilhos: Trilho Vila Pouca de Aguiar-Terreiro (Vila Pouca de Aguiar, Norte), Trilho Tortosendo-Armamar (Covilhã, Centro), Trilho Sertã-Cercal (Santiago do Cacém, Alentejo) e Trilho Cercal-Monchique- Aljustrel (Monchique, Algarve).

O projeto Portuguese Trails pretende captar novos segmentos de procura que registam um potencial de crescimento sustentável e fomentar o aumento de dormidas e receitas em todas as regiões, atuando para isso ao nível da valorização do território, estruturação de produto, promoção e comercialização. O projeto está a ser desenvolvido pelo Turismo de Portugal, em parceria com as sete regiões turísticas do país e com as comunidades intermunicipais, associações e empresas turísticas, numa. atuação concertada entre entidades públicas e privadas.

Neste momento, os Portuguese Trails já incluem 12 mil quilómetros de percursos, disponíveis em PortugueseTrails.com

Recomendado para si

Turismo de Portugal lança plataforma SIGTUR O Turismo de Portugal acaba de disponibilizar o SIGTUR – Sistema de Informação Geográfica do Turismo, que permite conhecer a distribuição da oferta tu...
Maior onda do mundo “inunda” Times Square A mítica praça nova-iorquina, Times Square, vai surfar digitalmente a maior onda do mundo durante os próximos 15 dias, numa ação promocional do Turism...
Turistas elogiam hotelaria nacional Receção, limpeza e localização são os aspetos mais elogiados online pelos turistas que ficam hospedados em hotéis, em Portugal. Os dados são da Review...
Portugal mantém sétimo lugar no ranking europeu de organizaç... Portugal mantém a sétima posição no ranking europeu dos países que mais recebe e organiza congressos e convenções, de acordo com o relatório da Associ...
Mercado interno e Páscoa “aceleram” Turismo no A... O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou os resultados da atividade turística no primeiro trimestre de 2018 e os hotéis do Algarve registam ...
Turismo Acessível apoia 11 projetos com 1,8M€ A Linha de Apoio ao Turismo Acessível vai apoiar 11 projetos com um incentivo de 1,8 milhões de euros. Os contratos foram hoje assinados durante uma v...