Benoît Sinthon nomeado embaixador do Festival International de La Gastronomie

O chef francês, que desde 2011 participa no “Les Etoiles de Mougins”, um dos maiores encontros de ‘fine-dining’, ganha agora mais protagonismo.

O chef francês Benoît Sinthon foi nomeado embaixador estrangeiro do Festival International de la Gastronomie “Les Etoiles de Mougins”, no sul de França. O evento, que nasceu em 2006 sob a alçada dos chefs Paul Bocuse (3 estrelas Michelin), Gaston Lenôtre, Michel Guérard (3 estrelas Michelin) e Pierre Troisgros (3 estrelas Michelin), tem crescido de ano para ano e conquistado reputação mundial. Criado como homenagem ao chef Roger Vergé, habitante da Ville de Mougins, o festival tem ganho dimensão, tratando temáticas que vão da alta gastronomia às tendências da cozinha mundial, passando pela cozinha regional e de ‘terroir’.

Conteúdo patrocinado

Este ano, o festival decorre entre 2 e 3 de junho, e há um feito que honra especialmente Portugal: o chef Benoît Sinthon, que há mais de dez anos adoptou a Madeira como segunda pátria, é o novo embaixador do Festival International de la Gastronomie. Participante desde 2011, o chef-executivo do Il Gallo d’ Oro, na Madeira, com 2 estrelas Michelin, tem já um longo percurso a mostrar os melhores produtos e sabores de Portugal neste evento perto de Cannes.

“É um enorme orgulho para mim ser nomeado embaixador de um festival com este prestígio”, assume Benoît Sinthon. “Há muitos anos que participo no ‘Les Etoiles de Mougins’, no país onde aprendi as bases da culinária, e onde represento Portugal, a pátria que adoptei – e cujos produtos maravilhosos, nacionais e regionais, utilizo diariamente nas minhas confecções. Este é um local de partilha de experiências, e de convívio para quem é apaixonado pela gastronomia”.

Sobre o Chef Benoît Sinthon

A carreira de Benoît Sinthon começou em França, país onde nasceu e ganhou gosto pela cozinha e pelos tachos em casa, junto da avó. Desde cedo que o seu programa preferido era ir às compras ao mercado, escolher os produtos mais frescos e perder-se nos aromas perdidos no ar. Nos Alpes, tornou-se bacharel de cozinha na escola profissional de hotelaria local. Adquiriu uma experiência eclética em vários restaurantes, como o Chateau de Rochegude (1 estrela Michelin) ou o La Cote St Jacques (3 estrelas Michelin), ambos membros Relais& Châteaux.

Após uma passagem pelo hotel Reid’s, no Funchal, em 1994, regressa à Madeira em 1998, passando pelo hotel Savoy e pela Casa Velha do Palheiro. Em 2004 assume o cargo de Chef Executivo do The Cliff Bay, membro da Porto Bay Hotels & Resorts. Quatro anos mais tarde, vê reconhecido o seu trabalho no restaurante gourmet do hotel, o Il Gallo D’Oro, recebendo a sua primeira estrela Michelin.

Desde 2010, todos os anos põe de pé a Rota das Estrelas, roteiro que convida restaurantes nacionais com estrela Michelin e chefs internacionais do mesmo calibre. No mesmo ano, Benoît é nomeado Presidente Discípulo Escoffier em Portugal. Em 2015, recebe 3 sóis do Guia Repsol, e dois anos mais tarde, conquista a segunda estrela Michelin.

Os produtos frescos da ilha da Madeira assumem um papel fundamental na cozinha do chef Benoît Sinthon, combinados com ingredientes de alta qualidade oriundos de várias regiões da Península Ibérica. A proximidade com o Oceano, e a ligação entre a terra e o mar são dois dos factores essenciais na sua cozinha.

Recomendado para si

Benoît Sinthon vai cozinhar no Institut Paul Bocuse com um dos seus di... O chef francês Benoît Sinthon, do restaurante Il Gallo d' Oro (2 * Michelin), na Madeira, irá cozinhar no Instituto Paul Bocuse, em Lyon, França, nos ...