Mercado interno e Páscoa “aceleram” Turismo no Algarve

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou os resultados da atividade turística no primeiro trimestre de 2018 e os hotéis do Algarve registam nota positiva em todos os principais indicadores: comparativamente ao ano anterior, as dormidas aumentam 5,6 por cento para mais de 2,2 milhões de pernoitas, os hóspedes sobem 8,1 por cento para 520 mil turistas e os proveitos totais crescem 11,5 por cento para 88,1 milhões de euros entre janeiro e março deste ano.

Se analisarmos apenas os números de março, também acabados de publicar, a performance mensal do destino é notoriamente superior à do trimestre, atingindo +10,7 por cento nas dormidas, +18,1 por cento nos hóspedes e +17,2 por cento nos proveitos. A explicação para estes resultados significativos da hotelaria algarvia, que acompanha o resto do país, é dada pelo INE: «foram influenciados pelo efeito de calendário do período da Páscoa, com impacto no final de março».

O instituto de estatística refere ainda que em março «o mercado interno acelerou», registando um crescimento superior ao externo, uma tendência que se verifica na região desde o início do ano. As dormidas dos portugueses no Algarve cresceram 25,1 por cento (+14,6% em fevereiro), enquanto os mercados externos apresentaram um aumento menos significativo, na ordem dos 2,3 por cento (-1,2% em fevereiro).


Pub

O primeiro trimestre de 2018 fica ainda marcado pelos resultados acumulados semelhantes aos do ano anterior alcançados nos campos de golfe do Algarve (327,5 mil voltas de golfe) e no aeroporto de Faro (902,7 mil passageiros movimentados).

Artigos relacionados