Lidl desafia a transformar o plástico num benefício para a comunidade

E se os resíduos plásticos produzidos em praias pudessem ser transformados em aparelhos de circuito de atividade física para equipar as próprias praias? O projeto “TransforMAR“ quer que isso aconteça.

Com uma forte política de sustentabilidade e sentido de responsabilidade social corporativa, o Lidl Portugal estabeleceu uma parceria com a ABAE, a Amb3E, a Quercus e a APA para a criação do projeto “TransforMAR“, um projeto único de sensibilização da importância de boas condutas em praia e para os princípios da economia circular, através da recuperação, reutilização, reciclagem e redução do desperdício dos materiais plásticos. O seu propósito é o de desafiar os veraneantes a dar um destino adequado aos seus materiais e resíduos plásticos, produzidos enquanto usufruem do seu tempo em praia. Desta forma serão garantidas não só praias mais limpas, como um comportamento mais responsável por parte dos veraneantes.

A partir de 15 de junho o projeto “TransforMAR“ irá percorrer 14 praias, de norte a sul do país, através da disponibilização de um depósito próprio onde os veraneantes deverão colocar o seu plástico – o plasticódromo – para que o mesmo possa ter uma nova vida e não acabe no mar. O depósito permanecerá uma média de três dias em cada praia e terá a particularidade de informar o número de artigos recolhidos a cada hora, dando ainda a conhecer à comunidade o respetivo peso em kilos, a cada novo dia.


Pub

Motivados pelos princípios da economia circular e com o objetivo de que todos os resíduos de plástico gerados ou encontrados num dia de praia sejam depositados no plasticódromo, este projeto Lidl assegura que os plásticos recolhidos serão transformados em aparelhos de circuito de atividade física, entregues às respetivas praias onde decorreu a recolha. A escolha deste novo destino atribuído ao plástico, parte do propósito de aliar estilos de vida saudáveis a escolhas responsáveis. Também neste sentido, o projeto “TransforMAR, acompanhará o calendário do Campeonato Nacional de Voleibol de Praia, da Federação Portuguesa de Voleibol.

Esta ação em praia tem ainda uma componente que pretende reconhecer e distinguir o bom comportamento dos veraneantes. Aqueles que demonstrarem ter uma boa conduta ambiental, uma correta proteção solar e um cuidado apropriado com a exposição ao sol na praia, poderão ser “descobertos” pelos olheiros do Lidl Portugal, sendo premiados com vales de desconto nas lojas Lidl, entre outros prémios.

De acordo com Vanessa Romeu, diretora de Comunicação Corporativa do Lidl Portugal “Este projeto está totalmente alinhado com a nossa aposta no meio ambiente e na contribuição para a adoção de comportamentos mais sustentáveis, seja do negócio seja das comunidades. Da nossa parte apostamos na promoção de processos para a correta gestão de resíduos, na promoção da economia circular e também através do nosso compromisso de reduzir o consumo de plástico em 20% até 2025 e integrar 100% plástico reciclado nas nossas embalagens antecipando desta forma as medidas da união europeia.”.

A responsabilidade da operação de recolha e reciclagem dos resíduos de plástico é assegurada pela Amb3E, gestora da Rede Electrão, que é parceira do Lidl desde o início deste novo ano.

Segundo Pedro Nazareth, Diretor Geral da Amb3E “A nossa associação ao Lidl vai além da responsabilidade transferida pela gestão dos seus resíduos, é uma identificação com a preocupação de sensibilizar e educar a sociedade para a separação dos plásticos e para a sua reciclagem. O projeto TransforMAR é uma iniciativa que corporiza esta intenção partilhada.”

Pelas palavras de Catarina Gonçalves, Coordenadora Nacional do Programa Bandeira Azul, “Identificámo-nos de imediato com este projeto que pretende aumentar a consciencialização e a preocupação com o ambiente de uma forma diferenciadora, educando para um comportamento mais sustentável nas praias.”

De acordo também com Carmen Lima, Coordenadora do Centro de Informação de Resíduos da Quercus, “Numa época em que o paradigma da reutilização dos plásticos está a entrar numa nova fase, e onde é cada vez mais importante envolver os consumidores numa utilização mais consciente dos recursos, iniciativas como esta, que promovam o desvio dos plásticos do mar ou dos aterros para operações de reciclagem são sempre importantes para promover a economia circular em Portugal”.

A Agência Portuguesa do Ambiente destaca que se “associa a esta iniciativa por a considerar um contributo importante na sensibilização dos veraneantes para a redução do lixo marinho, em particular do plástico.”

Artigos relacionados