Corpo Santo Lisbon Historical Hotel vai ter SPA no Outono

Quase um ano após a abertura, o Corpo Santo Lisbon Historical Hotel, no largo de Corpo Santo, em Lisboa, vai aumentar a sua oferta de serviços com a abertura de um SPA no Outono.

Depois das visitas guiadas ao centro museológico, ao centro de Lisboa, do Personal Trainer que acompanha os clientes do ginásio. O 5-estrelas que esteve classificado em primeiro lugar em Lisboa pelo TripAdvisor em Junho abriu uma geladaria e prepara-se para abrir um SPA no mesmo edifício.

A unidade hoteleira, que ocupa três edifícios do quarteirão, oferece 79 quartos, dos quais oito são suites, algumas das quais instaladas no último piso, proporcionando uma ampla vista para o Cais do Sodré e o rio Tejo. A arquitetura do edifício faz com que cada quarto seja diferente, mas a decoração reflete em todos eles, o bem-estar e serenidade. Cada quarto e suite dispõe ainda de um menu de almofadas, mini-bar, máquina de café Nespresso, Televisão Ultra HD, WiFi, colunas bluetooth e um cofre digital com luz interior.

As casas de banho têm sistema de cromoterapia, um tratamento que, através da alternância de cores, estabelece o equilíbrio e a harmonia entre o corpo, a mente e as emoções. Os hóspedes podem escolher a cor do seu estado de espírito.

Cada um dos cinco pisos do hotel leva-nos numa viagem pela história da expansão portuguesa no mundo: as Áfricas, a Ásia, o Brasil e, claro, Lisboa. Cada piso tem um aroma próprio, desenvolvido em exclusivo para a unidade hoteleira. Um aroma discreto, não intrusivo, nos transporta a uma dessas regiões

Um dos ex-libris deste 5-estrelas é o núcleo museológico situado no piso -1. Ali apresentam-se exposições periódicas com exibições de peças recolhidas durantes os trabalhos e que remontam a vários séculos e origens do globo, tais como um conjunto de cerâmica dos séc. XV e XVI, cachimbos de produção inglesa e um dos ex-libris deste espaço: 32 metros de muralha Fernandina e parte da torre de João Bretão, situada no extremo ocidental da muralha.

O restaurante Porter, cujo nome tem origem num tipo de cerveja inglesa produzida no Largo do Corpo Santo no século XVIII, não é um típico restaurante de hotel. Aberto para a rua e capacidade para 70 comensais, o Porter assume-se como um espaço gastronómico de qualidade num ambiente descontraído e divide-se em três áreas: bar, espaço para eventos e mezzanine.