Home | Alimentação e bebidas | Alimentação | Massas Nacional com 100% de trigo duro de Cereais do Alentejo

Massas Nacional com 100% de trigo duro de Cereais do Alentejo

Com o lançamento desta edição limitada, o Grupo Cerealis, através da marca Nacional, concretiza um projeto de fileira que tem sido desenvolvido ao longo de vários anos em parceria com os produtores de cereais do Alentejo e com as áreas de investigação, nomeadamente do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV) e do Instituto Politécnico de Beja (IPB).

Este projeto visa o desenvolvimento das variedades de trigo duro mais adaptadas aos solos e clima das regiões produtoras, permitindo ao longo do tempo melhorar a qualidade e o rendimento do trigo duro alentejano ajustando-o aos requisitos da industria e dos consumidores. O trigo duro, matéria-prima base para a produção de massas alimentícias de qualidade, tem no Alentejo um elevado potencial, registando nos últimos anos um incremento assinalável.

Este projeto foi desenvolvido em parceria entre a Cerealis e os agrupamentos de produtores de cereais – Cersul, Cooperativa Agrícola de Beja e Brinches, Cooperativa Agrícola de Beringel, Globalqueva e Procereais -, estando a rastreabilidade do produto final assegurada por um organismo independente de controle, a Certis Lda.

A Nacional, marca Portuguesa com mais de 165 anos de história e com uma relação forte e próxima com os consumidores portugueses, tem o orgulho de lançar esta edição especial limitada, promovendo assim o melhor do que se faz em Portugal – um trigo duro de excelência de uma região agrícola de referência, moído por uma empresa com longo e consolidado conhecimento de produzir massas alimentícias.

Carregado de simbolismo, este projeto incorpora ainda mais um elemento diferenciador: esta massa será produzida em molde de bronze, conferindo-lhe uma rugosidade e caraterísticas únicas, sendo apresentada em dois formatos distintos: Linguine e Gemelli.

A Cerealis faz notar a extraordinária recetividade do mercado e dos clientes. A cadeia de distribuição reconheceu o simbolismo e o valor acrescentado, garantindo assim a presença destas duas variedades de massas Nacional Alentejo na maioria das lojas do retalho alimentar em Portugal.

Check Also

Cálem apresenta nova imagem para os vinhos do Porto

Numa altura em que comemora os 160 anos da sua fundação, em 1859, a Porto …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.