Central de Cervejas comemora 50 anos da Cervejeira de Vialonga

Esta nova cervejeira representou, na altura, um investimento de 360 mil contos e tinha capacidade para produzir 110 milhões de litros de cerveja. Passado 50 anos a capacidade da cervejeira é de 320 milhões de litros.

Considerada, na época, como atestam artigos do New York Times e do Herald Tribune, como uma das mais avançadas cervejeiras do Mundo, a Cervejeira de Vialonga foi um projeto do arquiteto Eduardo Iglésias. A fachada maior e os pavimentos a preto e branco no interior da Cervejeira são da autoria de Eduardo Nery, artista plástico português, e ainda hoje são admiradas por especialistas nacionais e internacionais. O edifício da Cervejeira Vialonga é um ícone da Arquitectura Industrial da década de sessenta, do século passado.

A Cervejeira conta ainda com um complexo social ímpar, que inclui um refeitório, uma sala de convívio e um Posto Médico com as valências da Medicina do Trabalho, Clínica, Fisioterapia e Estomatologia.


Pub

A exposição apresenta imagens, factos e notícias da época, bem como testemunhos de Colaboradores e estará patente até final de outubro, podendo ser visitada por todos aqueles que visitem a Cervejeira de Vialonga, que também conta com um núcleo museológico, que retrata da história do sector Cervejeiro Português e único no nosso País!

Artigos relacionados