13 °C Lisbon, PT
2018-12-13

Pagamentos contactless representaram 50% das compras no Campeonato do Mundo

Dados da Visa mostram que os fãs oriundos dos Estados Unidos da América e do México continuam a liderar as compras por consumidores estrangeiros nos estádios, durante o Campeonato do Mundo da FIFA 2018 na Rússia™

A Visa, Parceira Oficial de Serviços de Pagamento da FIFA, divulgou uma análise dos pagamentos nos estádios do Campeonato do Mundo da FIFA 2018 na Rússia™, desde o jogo de abertura, a 14 de junho, até à última semifinal, a 11 de julho. Os dados mostram que os consumidores estão cada vez mais a adotar tecnologias de pagamento inovadoras, já que 50% das compras com cartões Visa nos estádios foram feitas através de contactless, incluindo cartões, dispositivos móveis e wearables.

Os titulares de cartões Visa gastaram em média 1,408 rublos (aproximadamente 20 €) por transação dentro dos estádios durante o campeonato, com os fãs da Rússia a serem os que mais gastaram, seguidos pelos Estados Unidos da América e México, respetivamente. A maioria das compras médias individuais feitas no estádio inclui merchandising (4,200 rublos; aproximadamente 60 €), merchandising Fan Fest (3,300 rublos; 45 €) e bebidas e alimentos no estádio (800 rublos; aproximadamente 11€).

Recomendado para si

Sustentabilidade ecológica e eficiência energética ganham peso em 2019... Em 2019 vão surgir mais iniciativas ligadas à sustentabilidade ecológica e à eficiência energética, com empresas e governos mais proativos em temas co...
60 a 70% dos diagnósticos de cancro do pulmão são feitos numa fase ava... Diagnóstico precoce é um dos grandes desafios na luta contra a doença Diagnosticar o cancro do pulmão nas suas fases mais precoces é o grande desafio...
Saúde e Beleza vão liderar a procura de espaço físico no retalho Os retalhistas vão continuar a optar por espaços físicos para abrir as suas lojas nos principais mercados de retalho durante os próximos cinco anos. D...
Mais tempo e menos esforço: é isto que pede o consumidor As mudanças sociológicas que temos vindo a assistir nos últimos anos trazem-nos um consumidor que pede mais tempo e menos esforço nas suas compras. A...
Grande Consumo em Portugal mais focado no preço do que na inovação A inovação mais relevante introduzida no setor do Grande Consumo em Portugal poderia ter gerado, entre 2013 e 2016, um PIB adicional na economia portu...
Empresas portuguesas abaixo da média europeia na aplicação de Inteligê... Acaba de ser apresentado o estudo "Inteligência Artificial na Europa", desenvolvido pela EY em nome da Microsoft, que revela que as empresas portugues...