Home | Saúde e Beleza | Bem-Estar | Prevenir e tratar dos escaldões com Lamicreme

Prevenir e tratar dos escaldões com Lamicreme

Muitas são as pessoas que passam todo o ano a desejar a chegada do verão, ansiosas pelo bom tempo e os longos dias na praia. No entanto, quando este finalmente chega, poucas são aquelas que protegem a pele de forma adequada, levando ao aparecimento de queimaduras solares. Para que possa usufruir do verão em pleno sem deixar que os escaldões estraguem a sua boa disposição, siga os conselhos de Lamicreme.

Apanhar sol é muito importante para a nossa saúde. Contudo, quando este é excessivo, pode provocar queimaduras solares. A pele fica vermelha e dorida, podendo ainda ocorrer o aparecimento de bolhas, febre e calafrios.

O melhor é evitar o seu aparecimento, devendo para isso não expor a sua pele diretamente ao sol entre as 11h00 e as 15h00, altura do dia em que os raios de sol estão mais fortes. Deve também utilizar roupas que o protejam dos raios UV, bem como óculos e chapéus, e usar e abusar de um protetor solar com elevado fator de proteção, que deve ser aplicado 30 minutos antes da exposição ao sol e depois de duas em duas horas.

A verdade é que nem sempre estes cuidados existem, resultando nos famosos escaldões, um dos principais responsáveis pelas lesões na pele. Caso tal aconteça, e de forma moderada, existem formas de minimizar os danos e o desconforto. Para isso, o Lamicreme® aconselha a:

  • Sair do sol assim que sentir os primeiros sintomas;
  • Retirar a roupa ou os acessórios que estejam em contacto com a lesão;
  • Arrefecer a zona com água fria, aplicando de seguida compressas embebidas em água;
  • Aplicar uma camada espessa de um creme próprio para o efeito, como é o caso de Lamicreme®, e reforçar várias vezes ao dia.
  • Lamicreme é um creme eficaz na cicatrização de queimaduras de primeiro e segundo grau, bem como eritemas solares, podendo ser utilizado por toda a família.

Check Also

Regresso às aulas mais divertido com nova gama Johnson’s gotas de força

À medida que as crianças crescem as necessidades capilares vão mudando. Como a pele e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.