8 °C Lisbon, PT
2018-12-19

Malta, Gozo e Comino – Descanso, Cultura, Natureza e Aventura em partes iguais

No verão, o nosso corpo pede para viajarmos para um lugar calmo com paisagens impressionantes, onde possamos desligar de tudo ou por outro lado viver aventuras, descobrir cultura, gastronomia, desportos … E, embora sejam poucos os destinos que satisfaçam perfeitamente as duas necessidades, Gozo é uma incontornável.

Em Gozo, misturam-se colinas, vales, falésias, pequenos portos e praias desertas. Um ambiente natural, no qual coexistem hotéis de luxo e pequenos restaurantes tradicionais, onde o peixe fresco e os produtos do campo são os protagonistas. Um refúgio mágico, onde é possível esquecer as preocupações do dia-a-dia e recuperar o contato com a natureza. Um enclave maravilhoso, onde o tempo passa a outro ritmo.

A sua capital, Vitória, que muitos ainda conhecem pelo seu nome original (Rabat) tem uma Cidadela que abriga dentro das suas muralhas o Museu da Catedral, o Museu Arqueológico, o Museu de História Natural e o Museu de Artes Populares.

Nas proximidades da cidade de Xaghra encontram-se os templos megalíticos de Ggantija, muito bem conservados, sendo um excelente exemplo dos monumentos pré-históricos que se encontram nas ilhas maltesas.

A proximidade do mar garante banhos agradáveis e deliciosos passeios entre pequenas enseadas, praias de areia vermelha, baías azul-turquesa, extensões de calcário intercaladas com pequenas salinas, ou majestosas falésias sobre águas cristalinas. Este terreno acidentado e a presença do mar fazem de Gozo o destino ideal, não só para relaxar em frente ao oceano, mas também para fazer trekking, caminhadas, passeios de bicicleta pelas montanhas, escalada, windsurf, caiaque, pesca e mergulho.

Gozo é um dos destinos favoritos dos mergulhadores. A tranquilidade que domina as suas águas permite uma visibilidade total da vida subaquática que habita nas profundezas do mar. Tesouros, recifes, cavernas e o espetacular Blue Hole, uma cavidade natural com águas azul-turquesa, fazem de Gozo um destino muito atrativo também para os amantes de mergulho.

Outra das ilhas do arquipélago de Malta a não perder é a pequena ilha de Comino. A área da ilha é de apenas 3,5 km2. O nome Comino deriva dos cominhos que só existem nesta região da europa. A ilha rochosa é um santuário de aves e reserva natural sendo habitada por um grupo restrito de pessoas. A paisagem tranquila integra penhascos, duas pequenas praias de areia, enseadas e riachos. Não há estradas ou carros em Comino, só trilhos onde pode andar de bicicleta ou a pé.

Comino é ainda o palco da Lagoa Azul conhecida em todo o mundo pelas suas águas transparentes de cor azul e biodiversidade, o que a torna muito reconhecida e popular entre mergulhadores e nadadores do mundo inteiro.