10 °C Lisbon, PT
2018-12-12

BR X1 Military: o novo relógio da Bell & Ross inspirado na aviação militar

A Bell & Ross revelou o novo BR X1 Military, um cronógrafo de alta qualidade com uma estética inspirada nos aviões de combate furtivos, com uma caixa de titânio altamente resistente (HRT) em caqui mate e mostrador verde extraluminoso.

Sempre atenta aos avanços tecnológicos, principalmente nos domínios miliares e aeronáuticos, a Bell & Ross utiliza um material leve e ultrarresistente para o seu hipersónico BR X1: titânio de alta resistência (Hight Resistant Titanium – HRT). Este material é obtido através de um novo processo que altera o titânio, tornando-o mais resistente e conferindo-lhe uma tonalidade caqui.

Com o seu visual luxuoso e desportivo, o BR X1 Military é um relógio avant-garde, sofisticado e blindado. O cronógrafo esqueleto combina um movimento excecional com resistência e leveza.

A ponte superior em forma de X tem um revestimento em DLC (Diamond-like Carbon) preto, característico da linha Experimental da Bell & Ross. A abertura na caixa HRT permite admirar o mecanismo.

Feito em cristal de safira com coloração, o mostrador oferece total transparência para o movimento raro do relógio. Revestidos com Superluminova®C3, os ponteiros e indexes garantem excelente visibilidade durante o dia e a noite.

Os ponteiros das horas e dos minutos são lidos de forma tradicional, enquanto o ponteiro dos pequenos segundos é colocado às 3h. O mostrador esqueletizado da data está posicionado às 6h. Em vez de um ponteiro, o contador de minutos do cronógrafo funciona com um disco de alumínio ultraleve, que se assemelha às lâminas de uma turbina. Essencial para calcular velocidades, a escala de taquímetro surge no aro caqui. O modelo é equipado com um bracelete de borracha perfurada, para aumentar o conforto.

Leve, resistente, ergonómico e ultramoderno, o BR X1 Military, disponível numa edição limitada de 250 peças, pretende seduzir os apaixonados por instrumentos de extremos.

Características técnicas

  • Movimento: calibre BR-CAL.313. Mecânico automático. Ponte superior em forma de X. 56 rubis, 28 800 alt./h. Cronógrafo esqueletizado.
  • Funções: horas, minutos e pequenos segundos às 3h. Data esqueletizada às 6h. Cronógrafo: contador de 30 minutos às 9h, segundos ao centro.
  • Caixa: diâmetro de 45mm. HRT (Hight Resistant Titanium) caqui e cerâmica preta com inserções de borracha. Botões basculantes. Fundo com abertura em vidro de safira com coloração, centrado no balanço.
  • Mostrador: esqueletizado. Indexes aplicados metálicos, revestidos com Superluminova®C3. Ponteiros das horas e dos minutos metálicos esqueletizados, revestidos com Superluminova®C3.
  • Vidro: safira com tratamento antirreflexo.
  • Estanqueidade: 100 metros.
  • Bracelete: borracha preta perfurada.
  • Fecho: fivela. Aço revestido de PVD preto.

Recomendado para si

Carros elétricos já podem ser carregados no Convento do Espinheiro A partir de agora já pode alimentar o seu veículo elétrico no Convento do Espinheiro. Para que não lhe falte nada, junto às magnificas oliveiras cente...
Robot de Cozinha UltraMix da AEG Sugestão de programa para um sábado ou domingo à tarde em que não apetece sair de casa: fazer pão caseiro ou bolos saborosos para um lanche em família...
Tarifários jovens: reclamações aumentaram 62% O Portal da Queixa verificou um aumento do número de reclamações dirigidas às operadoras de tarifários jovens. Desde o início de 2018, até ao mês de n...
Local-Your Healthy Kitchen tem novo espaço junto à Avenida da Liberdad... O Local Avenida é o espaço mais recente da família Local-Your Healthy Kitchen, que abriu recentemente bem no centro de Lisboa, na Rua Rodrigues Sampai...
Chicco oferece carrinhos STROLL’IN’2 aos melhores clientes Quem fizer compras acumuladas no valor de 500€ nas lojas Chicco durante o mês de dezembro, receberá automaticamente o carrinho, no valor de 329,90€ A...
Passadeiras do centro da cidade de Torres Vedras adaptadas a invisuais Com o objetivo de melhorar a acessibilidade pedonal em Torres Vedras, as passadeiras para peões do centro da cidade foram adaptadas a invisuais. O pro...