Nasce a LOLA NORMAJEAN para agitar o mercado da criatividade

Acaba de nascer a LOLA NORMAJEAN, uma agência de publicidade que resulta da união da portuguesa NORMAJEAN com a latina LOLA-MullenLowe, a Boutique Network da Interpublic IPG. O projeto traz para o mercado uma proposta bem definida – “Latin spirit with a global reach” – e a ambição de se tornar a agência mais premiada do mercado português.

“Unimos as forças de cada uma e criámos uma agência única. Vamos ter uma atitude mais emocional, espontânea e com mais garra. A NORMAJEAN impregna-se com o espírito latino da agência que foi considerada uma das mais criativas do planeta. Juntas, queremos voltar a pôr o mercado criativo português no mapa”, afirma Rodrigo Silva Gomes, CEO da NORMAJEAN.

“Pretendemos ser a três anos a agência portuguesa mais premiada internacionalmente. Duplicaremos a nossa faturação no mesmo período e, no mesmo intervalo de tempo, um em cada três dos nossos clientes trabalharão connosco em mais do que um país”, acrescenta.

Miguel Simões, CEO da LOLA-MullenLoweGroup para Western Europe, afirma: “Esta aliança nasce do enorme desejo de ambas as agências de serem mais e melhor. Temos “fome” de chegar a novos clientes, de fazer projetos diferentes e ousados, de deixar uma marca no panorama criativo”.

A LOLA NORMAJEAN apresenta uma nova proposta de valor para as marcas portuguesas com aspirações globais – criatividade pensada localmente, mas preocupada com o mercado internacional – mas também para as marcas globais que se sentem locais. “O global reach funciona nos dois sentidos”, explica Rodrigo Silva Gomes.

“A expertise da LOLA na gestão de contas globais como a Magnum ou a Burger King enquadrará mais facilmente as expectativas dos escritórios centrais e trará eficiências adicionais no produto criativo ao cliente em Portugal”, acrescenta.

A LOLA NORMAJEAN trará também às marcas que operam apenas em Portugal os benefícios da partilha e colaboração entre as equipas de Madrid, Barcelona, Hamburgo ou Paris.

Numa joint-venture com a IPG Mediabrands, a LOLA NORMAJEAN passará também a oferecer serviços de compra de meios.

A liderança executiva da LOLA NORMAJEAN será portuguesa. Rodrigo Silva Gomes, principal acionista da NORMAJEAN, manterá os comandos, mas a responsabilidade pelo desenho da colaboração entre Portugal e a network será do Miguel Simões, CEO da MullenLowe Group Europa.