Home | Alimentação e bebidas | Apurados os vencedores da 14ª edição da “Revolta do Bacalhau”

Apurados os vencedores da 14ª edição da “Revolta do Bacalhau”

Já foram apurados os vencedores da 14ª edição da “Revolta do Bacalhau”, cuja final decorreu ontem no Hotel Sheraton Lisboa. O vencedor da Categoria de Receitas Para Profissionais, o Chef Luís Moleiro, do Altis Belém Hotel & Spa, apresentou um Bacalhau salgado seco da Noruega e a sua desfeita.O Chef João Matos apostou num Bacalhau salgado seco da Noruega confitado, acompanhado de Gnochi de castanha, Girolle e Estufado de Sames,que lhe concedeu o 2º lugar desta classificação. O 3º classificado, o Chef Francisco Miranda, confeccionou um Bacalhau salgado seco da Noruega com uma Terrina de Porco e Gema de Ovo Curada.

Na Categoria de Receitas de Estudantes, venceu Bernardo Calvo, da Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, cabendo a Manuel Maria da Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa a 2º classificação e a Pedro Pereira da Escola de Formação em Turismo de Aveiro a 3º classificação desta 14ª edição da Revolta do Bacallhau.

Durante esta final foram também atribuídos os Diploma de Ouro e Diploma de Prata aos 30 melhores Restaurantes a concurso, uma categoria que foi ganha pelo «Café Central», em Coimbra, na categoria “Restaurantes”.

A atribuição dos prémios competiu a um Júri constituído pelos Chef Helder Diogo, Chef António Nobre, Chef João Oliveira, Chef Vítor Matos eChef Vasco Coelho Santos, sob a liderança do Chef Hélio Loureiro,

A Final Nacional da Revolta do Bacalhau, promovido pelo Recheio Cash&Carry e pelo NSC – Conselho Norueguês da Pesca, marcou o culminar de um ano de concurso que reconheceu a criatividade e qualidade de chefs e restaurantes portugueses. O objectivo: Apurar a melhor receita, tendo como protagonista o Bacalhau Salgado Seco da Noruega.

Check Also

Quinta de Chocapalha Castelão 2016 já está no mercado

A Quinta de Chocapalha, situada em Alenquer, acaba de apresentar a nova colheita do seu …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.