Home | Serviços Vários | Estudos | Estudo do IPAM revela que os programas televisivos promovem tom negativo no futebol português

Estudo do IPAM revela que os programas televisivos promovem tom negativo no futebol português

Um estudo do Instituto Português de Administração de Marketing (IPAM) revela que o tom das notícias veiculadas pelos principais meios de comunicação portugueses não são positivas para o futebol nacional e incidem maioritariamente em temas relacionados com a atualidade desportiva.

“O produto futebol nos media em Portugal” analisou a forma como os principais meios de comunicação nacional acompanham semanalmente temas sobre esta modalidade desportiva, considerando o tempo mediático dedicado ao futebol nacional. O estudo observou o comportamento dos principais media portugueses entre 7 a 13 de janeiro do presente ano – período que não foi marcado por polémicas associadas ao setor desportivo, em geral, e ao futebol, em particular, e em que apenas ocorreu a competição da Liga NOS.

Observando cerca de 30 meios de comunicação social nacionais, selecionados pela audiência, relevância e alcance com que difundem as principais notícias sobre futebol, o estudo fez 1.380 análises a conteúdo de títulos, de capas de jornais, de homepages de meios de comunicação digitais e de programas televisivos.

De forma global, o estudo do IPAM concluiu que os temas mais abordados foram de atualidade (31%) e de transferências do mercado de janeiro e os resultados (22%), em comparação com as entrevistas a atletas, dirigentes ou treinadores (19%) ou os destaques mais polémicos (6%). Na semana analisada, os temas da ordem do dia foram a jornada da semana, especialmente o jogo entre o Sporting Clube de Portugal e o Futebol Clube do Porto, a dúvida sobre o novo treinador do Sport Lisboa e Benfica, a entrevista do presidente do SLB Luís Filipe Vieira ao programa televisivo da Cristina Ferreira ou as várias transferências de jogadores e treinadores. Ao nível das polémicas foram repetidamente repescados casos como o processo dos e-mails, e-topeira, mala ciao ou cashball, dúvidas sobre a arbitragem, apito dourado ou a presidência de Bruno de Carvalho.

Relativamente ao tom adotado pelos media portugueses durante esta cobertura noticiosa, foi, maioritariamente, neutro (68%) mas também negativo (22%), apesar da atualidade desportiva do momento. Apenas 10% dos media revelaram ter uma abordagem positiva a notícias dedicadas ao futebol nacional.
O estudo destaca ainda que são os programas televisivos, exclusivamente dedicados ao futebol, os principais influenciadores do tom negativo gerado à volta deste tema, sobretudo os de alguns canais de cabo – embora programas também de canais do cabo, como a Grande Área da RTP3 e Aposta Tripla da Sport TV (33%), Tempo Extra da SIC Notícias (24%) e Mais Futebol da TVI24 (20%) se destaquem por promover uma abordagem positiva, a par do diário online Observador (20%).

Tom das notícias sobre o futebol nacional é maioritariamente neutro ou negativo
Na análise só das capas, entre 7 e 13 de janeiro, o tom dominante na cobertura dos meios de comunicação social foi maioritariamente neutro (82%), em relação ao negativo (13%) ou ao positivo (apenas 5%). Já os temas em destaque foram para a atualidade (28%), os resultados (26%), as transferências (24%), as entrevistas (17%) e as polémicas (5%).

No mesmo período, a análise à homepage dos meios digitais revelou um tom de 84% neutro, 13% negativo e apenas 3% positivo, sendo que a maioria das notícias em destaque eram de atualidade (33%), resultados e entrevistas (21%), transferências (20%) e polémicas (5%).
No caso da análise ao conteúdo dos programas de televisão, o estudo do IPAM demonstra que, ao longo da semana em observação, o tom das intervenções foi também neutro, com 49%, ou negativo, com 33%. Apenas 18% foi positivo. Os destaques foram dados a temas de transferências (28%), e atualidade (26%), resultados (20%), entrevistas (16%) e polémicas (10%).

Ficha Técnica do Estudo

O estudo “O Produto Futebol nos Media em Portugal “foi desenvolvida pelo Gabinete de Estudos de Marketing para Desporto do IPAM e coordenado pelo Professor Daniel Sá, Diretor Executivo do IPAM – Instituto Português de Administração de Marketing.
A análise de conteúdo mediático foi realizada durante 7 dias, entre 7 (segunda-feira) e 13 (domingo) de janeiro de 2019, com o objetivo de observar uma semana regular, só com a competição da Liga NOS. O estudo dividiu-se na análise em três dimensões: do conteúdo dos títulos das capas dos jornais, dos títulos das homepages e de todas as intervenções dos programas de televisão.

Check Also

Portugal regista um Índice de Confiança dos mais altos de sempre

O clima continua positivo em Portugal. Os portugueses estãoconfiantes e disponíveis para gastar. A saúde, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.