Home | Tecnologia | Informática e computadores | Hackers intercetam códigos via SMS enviados por bancos para roubar contas de clientes

Hackers intercetam códigos via SMS enviados por bancos para roubar contas de clientes

Nos últimos anos, o conceito de autenticação em dois estágios (2FA) implementou-se de forma massiva, contudo ainda há muito por fazer em vários sectores, inclusive no financeiro. No passado mês de janeiro de 2019, o Metro Bank do Reino Unido confirmou à Motherboard web que alguns dos seus clientes sofreram, recentemente, este tipo de fraude online. Isto não é algo novo, já que em 2017, o jornal alemão Süddeutsche Zeitung informou que os bancos alemães se tinham deparado com o mesmo problema. No entanto, também há boas notícias. Como referido pelo próprio Metro Bank, muito poucos clientes tiveram que se deparar com um problema de segurança deste tipo “e nenhum perdeu dinheiro”.

Para esses casos, a autenticação em dois estágios (2FA), esses 4 ou 6 dígitos que o banco envia por SMS e que o cliente deve introduzir para aprovar uma transação, é um método muito utilizado por entidades financeiras de todo o mundo para manter a salvo o dinheiro dos seus clientes.

Os hackers podem aceder às mensagens de várias formas, uma das quais é aproveitando-se do erro no protocolo SS7, utilizado nas empresas de telecomunicações para coordenar o envio de mensagens e chamadas. Para a rede SS7 não é importante quem envia o pedido, assim, se os hackers, conseguirem passar pelos sistemas de segurança, a rede vai seguir os seus comandos como se os mesmos fossem legítimos para enviar mensagens e chamadas.

Check Also

Dell Technologies lança soluções inovadoras para data centers modernos

A Dell Technologies (NYSE: DELL) está a introduzir um portfólio de servidores Dell EMC PowerEdge …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.