Home | Serviços Vários | Eventos e Conferências | Portugal Agora debate “smart cities” em conferência

Portugal Agora debate “smart cities” em conferência

Num momento em que as “Smart Cities” estão na agenda da União Europeia e em que já emergiram em Portugal projetos nesta área, a plataforma Portugal Agora junta em conferência representantes de empresas de referência e do Setor Público para debater o tema “Cidades Inteligentes – Um novo centro de competências em Portugal?”. A iniciativa tem lugar a 26 de março, no Jupiter Lisboa Hotel, em Lisboa.

Inês Ferreira (Altice Portugal), José Gonçalo Regalado (Millennium BCP), Miguel Pinto Luz (Câmara Municipal de Cascais), Nuno Piolty de Almeida (Samsung Electronics Portugal) e Luís Bravo Martins (IT People Group) são os oradores convidados para tentar responder a questões relacionadas com o papel da tecnologia e da inovação, processos de gestão urbana, sustentabilidade, atratividade e qualidade de vida das cidades e a possibilidade de criar um novo centro de competências em Portugal.

“A tecnologia atual apresenta-nos possibilidades de inovar na gestão urbana de forma nunca antes vista: no planeamento de espaços, numa maior conectividade entre pessoas e instituições, na busca de soluções que maximizem a eficiência energética, na gestão de resíduos e sustentabilidade ambiental, em novos modelos de mobilidade urbana e mesmo na alavancagem da uma cidadania mais ativa. Todas estas dimensões se conjugam nas chamadas Smart Cities.” explica Carlos Sezões, Coordenador do Portugal Agora.

O responsável do projeto acrescenta que “governar é tomar opções e definir uma estratégia, é decidir o que fazer e o que não fazer. Parece-me, pois, que criar condições para uma maior atratividade e qualidade das nossas cidades devia ser um desígnio para a próxima década.”

O tema em discussão encerra notório potencial, com a expectativa que o mercado global de Smart Cities alcance mais de 1,5 triliões de dólares até 2020, entre projetos embrionários e experiências mais consolidadas. Estudos recentes estimam mais de 600 projetos de cidades inteligentes a nível global até ao final da presente década. Muitas são iniciativas de “refundação” inteligente de cidades com séculos de história, exemplo de Santander, Barcelona ou Amesterdão, a par da construção de cidades de raiz.

As cidades, como polos de atração e inovação social, têm e continuarão a ter um papel importantíssimo no desenvolvimento humano. O talento, capacidade de inovação e competências tecnológicas de instituições portuguesas, pode ser decisivo, com ideias a aplicar na inovação local e, quem sabe, a exportar. Iniciativas meritórias, como eventos, debates e plataformas, têm emergido nos últimos anos, agregando os esforços de dezenas de entidades para potenciar o desenvolvimento de soluções inovadoras nestas áreas.

A participação na conferência, à semelhança de todos os eventos da plataforma Portugal Agora, é de entrada livre mediante inscrição.

Check Also

Stefan Sagmeister confirmado na 3ª edição do BOLD Creative Festival

O IADE – Faculdade de Design, Tecnologia e Comunicação, em parceria com a EDP e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.