Home | Tecnologia | Impressoras | Ricoh fatura 270M€ em 2018 e aposta em novos formatos de trabalho

Ricoh fatura 270M€ em 2018 e aposta em novos formatos de trabalho


A Ricoh anunciou, no dia 03 de abril, os resultados relativos ao ano fiscal de 2018, durante o evento “Empresa digital 4.0: O lugar de trabalho inteligente” em que a empresa deu a conhecer os seus novos equipamentos multifunções inteligentes IM C2000-6000. A empresa registou um valor de vendas de 270 milhões de euros para Espanha e Portugal, mais 2,5% relativamente ao ano anterior.

65% das vendas corresponde à área de Office Printing (serviços de impressão para escritório), seguido de 25% de Office Services (soluções de TI e de colaboração) e o negócio de Impressão Comercial e Industrial, que representa 10% das vendas da Ricoh na península ibérica.

A empresa aposta numa estratégia de crescimento global com o objetivo de digitalizar os processos empresariais, e o seu foco consiste em ajudar as empresas a serem mais ágeis, produtivas e rentáveis. “Prevemos um crescimento orgânico e inorgânico baseado na solidez do nosso negócio de impressão, e focado, especialmente, em fomentar locais de trabalho digitais e novas formas de trabalhar baseadas na mobilidade e colaboração”, afirma Ramon Martin, CEO da Ricoh Espanha e Portugal.

Após a apresentação dos novos produtos, decorreu conferência “How to drive change in organizations”, dirigida por António Costa, Senior Partner of Kaizen Western Institute. “Já é um dado adquirido que o futuro dos locais de trabalho passa pela sua digitalização, e não só já estamos a caminhar nesse sentido, como essa transformação já faz parte do paradigma empresarial. Agora, o que é preciso fazer para alcançar esta realidade, esse sim é o desafio que poucos falam. A Ricoh está a trabalhar nesse sentido, não só para se reafirmar nesta nova e inconstante realidade, como também para ajudar todos os clientes e parceiros a integrar esta nova era tecnológica”, comentou.

A Ricoh centra o seu negócio no desenvolvimento de soluções integradas de valor acrescentado para o local de trabalho digital. Esta aposta da empresa foi recentemente distinguida através da integração da Ricoh no Quadrante Mágico da Gartner, na categoria MWS – Managed Workplace Services da Europa. “Este reconhecimento é fruto da aposta da Ricoh pela mudança na cultura de trabalho dos nossos clientes de forma a impulsionar a agilidade organizativa e individual através da digitalização e colaboração”, destaca Ramon Martin.

Neste âmbito, a Ricoh prevê realizar investimentos, tais como a recente aquisição da plataforma de cibersegurança Zeed Security sob a qual o CEO da Ricoh Ibéria afirma “reforçar o conhecimento e as capacidades de cibersegurança da empresa, uma das exigências mais comuns entre os nossos clientes, não só na área de serviços TI como também em todas as nossas linhas de negócio, incluindo a impressão”, explica Ramon Martin.

No âmbito de impressão de escritório, a empresa aposta também na inovação da tecnologia inteligente para digitalizar as empresas, como é o caso da nova gama de equipamentos multifunções IM C2000-6000 lançada em janeiro de 2019.

A nova gama de multifunções propõe um salto qualitativo e incorpora tecnologia personalizável, segura, sustentável e fácil de usar. Desta forma, estes dispositivos deixaram de ser apenas simples ferramentas de escritório para se transformarem em plataformas digitais de gestão documental, conectadas à Cloud, que incluem múltiplas aplicações para suportar e melhorar os processos de negócio das empresas.

A Ricoh espera ainda crescer no negócio de impressão comercial e industrial com investimentos em inovação que possibilitam a impressão em novos materiais e o desenvolvimento da produção aditiva ou impressão 3D.

Check Also

Lenovo apresenta ao mercado os novos servidores single-socket

Com a necessidade das empresas fazerem “mais com menos”, estas soluções da Lenovo trazem o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.