Home | Lazer | Feiras, Festas e Eventos | Elétricos passeiam-se pela marginal do Rio Douro

Elétricos passeiam-se pela marginal do Rio Douro

O Desfile do Carro Eléctrico regressa ao Porto no primeiro sábado de maio, dia 04, entre as 15h00 e as 18h30, num passeio ao longo da marginal do Rio Douro, no qual participa mais de uma dezena de veículos históricos.

O contributo da Central Termoelétrica de Massarelos para cidade é o mote da celebração da 25º edição do cortejo iniciado em 1994. Portuenses e turistas são convidados a integrar as duas viagens completas, podendo entrar nos veículos no Infante, no Museu do Carro Eléctrico ou no Passeio Alegre.

Os bilhetes do Desfile têm o preço de €6,00 para adultos e de €5,00 para crianças entre os 4 e os 12 anos e permitem realizar duas viagens completas, podendo ser adquiridos no Museu do Carro, Eléctrico e nos elétricos que integram o desfile.

A adesão de turistas e portuenses tem vindo a crescer nos últimos anos dado o Desfile constituir uma oportunidade de conhecer a narrativa da invicta através dos veículos com história, ao participarem numa viagem ímpar pela cidade, acompanhada de animação.

Os primeiros carros elétricos de passageiros pertencentes à coleção do Museu participam neste desfile ao longo da marginal do rio Douro entre o Infante/Passeio Alegre/Infante/Museu, percurso utilizado desde a requalificação da linha 1.

A 25º edição do Desfile do Carro Elétrico visa enaltecer o contributo da Central Termoelétrica de Massarelos para a cidade. Uma comemoração no momento em que celebra um século desde que “a Companhia Carris de Ferro do Porto (antecessora da STCP) contratou com o Estado, a 12 de setembro de 1919, a passagem dos elétricos na ponte D. Luís sem pagamento da portagem a que até aí estavam sujeitos. Em contrapartida, passou a pagar uma taxa anual de 4500$00, associada a prestações mensais na Caixa Filial do Banco de Portugal, tendo ainda a CCFP de iluminar a ponte – taxa elevada para 9 contos, em 1924, para 12 contos em 1928 e propagada por dois anos em 1944″*.

Face ao facto curioso da abolição de taxas para efetuar a travessia da ponte D. Luis, a antiga empresa Companhia Carris de Ferro do Porto viu-se assim forçada, não só à obrigação de uma taxa paga ao Estado como a iluminar a ponte.

A par do Desfile, o Museu do Carro Eléctrico terá as portas abertas ao público, entre as 15h00 e as 18h00. Diversas guias conduzirão todos os interessados pelo espaço partilhando histórias dos transportes e da central termoelétrica, acompanhadas por atores que irão representar personagens de época, e outras surpresas.

* in Os Transportes Coletivos do Porto – Perspectiva histórica por Fernando Sousa e Jorge Fernandes Alves, Sociedade de Transportes Coletivos do Porto, Porto, 2001.

Check Also

8ª Edição do 10 FEST AÇORES desafia 10 Chefs

Entre os dias 20 e 29 de Junho, 10 Fest Açores, o maior evento gastronómico …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.