Home | Saúde e Beleza | Bem-Estar | Garmin alerta para cinco erros dos treinos com pesos

Garmin alerta para cinco erros dos treinos com pesos

O desporto é rei e nos últimos anos a prática desportiva em indoor e outdoor tem crescido e ganho cada vez mais adeptos. A cultura do corpo e do bem-estar aumenta com a evolução da sociedade. Mas os cuidados são importantes. A Garmin, especializada e preocupada com o bem-estar de todos os que prosseguem esse mesmo bem-estar e o desporto como prática diária do seu quotidiano, alerta para os cinco maiores erros nos treinos com pesos.

1. Ignorar a aprendizagem com movimentos incorretos
Na maioria dos ginásios há uma variedade de pesos disponíveis para o uso. É por isso, bastante tentador, simplesmente pegar o haltere mais próximo e ficar preso ao mesmo. Deve por isso, estar atento, aprender a diferença de pesos e de posturas e formas de os trabalhar e realizar os exercícios e os movimentos corretamente. Confie na força dos seus músculos. Faça os movimentos corretos e se precisar peça a um personal trainer que o ajude a definir quais são mais indicados e como usá-los em exercícios.

2. Sempre a trabalhar os mesmos músculos
Os músculos desenvolvem-se consoante o exercício que os trabalha, mas os movimentos ou exrcicios rotineiros leva a que os musculos sejam trabalhados sempre da mesma forma, o que faz com que muitas vezes não se desenvolvam como expectável. O resultado é um desequilíbrio muscular. É de vital importância que todo o corpo tenha um bom treino, e isso é mais fundamental a quem inicia nos pesos. O seu programa de treino com pesos deve ser o mais variado possível.

3. Nunca alterar o número de repetições e fazer grandes pausas de descanso entre as mesmas
Os iniciantes nesta prática muitas vezes trabalham com a ideia errada de que mais repetições são o caminho para melhores resultados. Na realidade, 8 a 15 repetições por série são suficientes para desenvolver os músculos. Se fizer sempre 10 repetições, e apenas 10 repetições, o seu progresso será lento. Em vez disso, deve variar o número de repetições de acordo com o peso. Quanto menos forem as repetições, mais pesado será o haltere que deve usar. Quanto maior o número de repetições, mais leve será o haltere e mais a sua resistência aumentará. Altere a sua faixa de repetição a cada 4 ou 6 semanas para otimizar o seu treino. E existem alguns relógios, como alguns modelos da Garmin, que ajudam a registar o nº de repetições. Adicionar mais variedade aos seus treinos vai ajudá-lo a atingir os seus objetivos mais rapidamente.
Para além disto não se esqueça de descansar entre as séries com pesos, a fim de permitir que os seus músculos recuperem a sua capacidade de contração. Mas se descansar por um tempo significativamente maior do que o indicado no plano de treino, simplesmente estará a perder tempo e a deixar os músculos arrefecerem.

4. Passar horas no ginásio 
É um mito que o treino perfeito envolve muitas horas no ginásio. Como regra geral, os treinos baseados em pesos não devem durar mais de 45 minutos. Evite o tédio e analise com o seu personal trainer o plano de treino que trabalhe diferentes grupos de músculos em dias diferentes. O tempo gasto no treino é menos importante do que a qualidade do treino. Existem dispositivos como os relógios desportivos Garmin que lhe dão inúmeras informações sobre o seu treino e websites onde depois pode ver todas as suas estatísticas e entrar em competições com amigos atuando como excelentes ferramentas de motivação.

5. Ignorar os dias de descanso
Os recém-chegados ao treino com pesos estão sempre preocupados com o novo plano de exercícios. Mas é importante acalmar esse entusiasmo e garantir que o treino com pesos não se torne um hábito diário. O descanso é essencial para o bom ritmo e equilibrio de desenvolvimento muscular, corporal e emocional. Alguns relógios desportivos oferecem a função de sugestão de tempo de descanso após um treino.

Check Also

Neutrogena reforça gama Hydro Boost com as toalhitas de limpeza facial

As Toalhitas de Limpeza Facial Hydro Boost são o mais recente reforço da gama de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.