Home | Destinos | DarkSky Aldeias do Xisto: Fundação Starlight visita o território

DarkSky Aldeias do Xisto: Fundação Starlight visita o território

A Fundação Starlight visitou o território das Aldeias do Xisto para iniciar as avaliações de terreno para a atribuição da certificação internacional “Starlight Tourist Destination”. Este é um projeto promovido pela ADXTUR e pela Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, em parceria com a Associação Dark Sky® Alqueva. Completam a rede de parceiros iniciais o Instituto de Telecomunicações da Universidade de Aveiro e a Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. Todas estas entidades juntaram-se recentemente na Pampilhosa da Serra, município onde já existe atividade científica associada à observação e monitorização astronómica.

No polígono a certificar, que se estende às 27 aldeias da rede, é no interior mais recôndito do território que existem as melhores condições para a observação do céu noturno. As medições científicas revelam parâmetros de visibilidade, transparência, escuridão e noites limpas, excelentes para o usufruto do céu noturno e dos fenómenos astronómicos.

No entanto, a certificação “Starlight Tourist Destination” só é atribuída a um destino que esteja também preparado para responder à procura turística que daí advém. Durante uma visita de três dias às Aldeias do Xisto, o auditor da Fundação pôde confirmar a coesão e o compromisso da parceria entre as entidades públicas, privadas e científicas, bem como o nível de prontidão do território no que toca ao posicionamento estratégico, qualidade do acolhimento, excelência e diversidade dos serviços turísticos, e interesse genuíno da comunidade residente.

Esta súmula de fatores conforma uma experiência turística que extravasa a mera observação do céu para se assumir como uma proposta de imersão e comunhão com a natureza e com o cosmos, algo que foi positivamente realçado pelos avaliadores.

As excelentes condições de céu escuro nas Aldeias do Xisto

As Aldeias do Xisto apresentam as condições ideais para se afirmarem como um Destino Turístico DarkSky®. As serras envolventes funcionam como barreiras naturais de proteção face à poluição luminosa que provém das cidades do litoral e do interior. A dureza da geografia impôs ao longo do tempo uma baixa intensidade de povoamento, pelo que os focos de iluminação urbana são reduzidos e pouco intensos. Isso mesmo pôde constatar a equipa no terraço do Villa Pampilhosa Hotel, num momento da noite em que a Câmara Municipal desligou a iluminação pública da vila realçando todo o brilho do céu noturno (ver imagem).

Este gesto simbolizou o compromisso coletivo da Câmara Municipal da Pampilhosa da Serra, da ADXTUR e de todos os parceiros, com este projeto apoiado pelo CENTRO 2020, para dar continuidade à valorização dos recursos endógenos e transformar uma aparente fraqueza num ativo distintivo e de valorização económica e cultural.

Rede de Destinos Dark Sky®

Portugal conta com o primeiro “Starlight Tourist Destination” do mundo, sob a marca registada Dark Sky® Alqueva. A Associação Dark Sky® desenvolve, desde 2007, uma estratégia de sustentabilidade que conjuga a proteção do céu noturno com o desenvolvimento de destinos de astroturismo. Os destinos Dark Sky® permitem demonstrar que é possível promover, em simultâneo, o desenvolvimento económico e a redução da poluição luminosa, resultando em elevados benefícios culturais, para a saúde humana e para o meio ambiente.

O direito ao céu escuro

A Starlight Foundation reconhece que a observação das estrelas sempre foi uma inspiração para o desenvolvimento de culturas e civilizações, daí decorrendo muitos dos avanços técnicos e científicos que marcaram o progresso da humanidade. Porém, as condições de observação do céu noturno têm vindo a degradar-se a um ritmo preocupante, num processo que coloca a humanidade perante uma perda cultural, científica e natural de consequências imprevisíveis. Nesse sentido, a atuação da Fundação reconhece o valor e a importância da relação do homem com as estrelas, pugnando pela conservação, proteção e valorização deste património coletivo.

Check Also

MSC Cruzeiros lança primeira experiência de belas artes no mar

O MSC Grandiosa, navio da MSC Cruzeiros que será inaugurado em Novembro, vai receber a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.