Home | Lazer | Feiras, Festas e Eventos | LISBONWEEK vai revitalizar o comércio tradicional do Bairro da Ajuda

LISBONWEEK vai revitalizar o comércio tradicional do Bairro da Ajuda

A LisbonWeek’19, iniciativa que entre os dias 26 de outubro e 3 de novembro vai levar portugueses e estrangeiros a visitarem a Ajuda graças a uma programação cultural e turística, vai revitalizar o comércio local do bairro através de um programa de formação e modernização para lojistas. O projeto, que conta com a parceria da Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa e da empresa de arquitetura e design Somma, surge com o objetivo de estimular o comércio tradicional através de formação aos lojistas e consultoria nas diversas disciplinas da comunicação, (desde o atendimento, à disposição do produto e às redes sociais), contribuindo desta forma para a modernização do comércio da Ajuda.

“Uma das fragilidades do bairro da Ajuda é o desaparecimento gradual do comércio tradicional, quer pelo envelhecimento da população quer pela gentrificação que já se vai sentindo nesta zona”, afirma Alexandra Nunes, fundadora do projeto. “O objetivo da LisbonWeek é atrair novos públicos a freguesias mais distantes dos centros históricos, sendo que o comércio desempenha aqui um papel fundamental. Em parceria com a Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa e a Somma, vamos preparar os lojistas para receberem os novos públicos cosmopolitas, torná-los capazes de aumentar a sua produtividade e estar ao mesmo nível dos grandes grupos hoteleiros, sem perder a sua autenticidade”, acrescenta.

Recorde-se que todas as edições, a LisbonWeek teve o seu projeto social ou de cidadania. O ‘Projecto Hotel Social com a Fundação Agir Hoje’ (2012), o ‘Concurso de street dance entre os moradores dos bairros sociais de Lisboa’, realizado com a Red Bull (2013), a ‘Exposição O meu Bairro na Universidade de Lisboa com apoio dos Urban Sketchers e os alunos das escolas de Alvalade (2015) e, na última edição, o projeto ‘Salva os Oceanos’, projeto de sensibilização desenhado com o Oceanário de Lisboa, com o apoio da Emel e do Santander, que contou com 20.000 alunos e deu origem a uma exposição no Parque das Conchas no Lumiar onde os alunos fizeram instalações de Arte com os plásticos recolhidos na praia de Algés ( 2017). Na 5ª edição da LisbonWeek, o projeto de cidadania recai sobre os lojistas e o comércio tradicional, em parceria com a Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa, que atua sobre a restauração, e a Somma, que atua junto de lojistas, num total de 27 participantes. Os lojistas selecionados para esta intervenção participaram no concurso “Modernização do Comércio Local da Ajuda”, sendo que da lista de finalistas fazem parte cafés, restaurantes, papelarias, lojas de pronto-a-vestir, mercearias, salas de chá, sapatarias, barbearias, drogarias, lojas de cosmética, lojas de artesanato, lojas de fotografia, lojas de produtos de criança, retrosaria, lojas de produtos regionais, engomadoria, entre outras.

A Rota dos Lojistas, que será anunciada no final de setembro nas plataformas oficiais da iniciativa, é uma das rotas gratuitas propostas pela LisbonWeek’19 que possibilitará conhecer os diferentes lojistas do bairro e ver as mudanças trazidas pelo projeto.

Recorde-se que a programação da 5.ª edição da LisbonWeek inclui atividades de acesso gratuito e visitas pagas, quer a locais icónicos do bairro da Ajuda, como a zonas até então interditas ao público. É o caso da Igreja da Memória, na qual os visitantes poderão, pela primeira vez, subir à cúpula; ou o Jardim Das Damas, nas traseiras do Palácio Nacional da Ajuda, que será aberto para acolher ações nestes dias. O programa contempla, também, a abertura de salas nunca antes visitadas do Palácio Nacional da Ajuda, visitas originais ao Jardim Botânico, desenhadas por especialistas em diversas áreas (desde botânica a arquitetura), visitas ao Cemitério da Ajuda, bem como rotas que passam por vários Miradouros e pelos Moinhos da Ajuda, e outras iniciativas como exposições e mostras de arte.

Da programação LisbonWeek fazem parte inúmeros eventos gratuitos e visitas culturais cujos bilhetes já estão disponíveis para compra na Ticketline, a um preço de 7€.

Check Also

Peluches Angry Birds regressam ao Continente

O Continente associa-se à estreia do filme Angry Birds 2, e lança uma nova campanha …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.