Home | Alimentação e bebidas | Rémy Martin VSOP regressa às raízes com a icónica garrafa preta

Rémy Martin VSOP regressa às raízes com a icónica garrafa preta

Depois de ter sido substituída no mercado europeu por uma transparente, a ‘garrafa preta’, desde sempre considerada a referência da Casa Rémy Martin, está de volta. Muda-se o exterior, mas o conhaque “Fine Champagne” no interior, produzido exclusivamente a partir de uma aguardente das vinhas de Grande e Petite Champagne, envelhecida pelo menos durante quatro anos, mantém a versatilidade e elegância de sempre.

Mais do que uma âncora histórica, a garrafa preta Rémy Martin VSOP tornou-se um ícone, um símbolo multicultural e multigeracional de energia, ousadia e vida noturna vibrante. A decisão de ter apenas um conhaque VSOP em todo o mundo, através da elegância familiar da célebre garrafa preta fosca, é, por isso, um “regresso às raízes”, esclarece o cellar master Baptiste Loiseau.

O que significa que apresentar a mistura VSOP numa única garrafa preta em todo o mundo é também uma decisão que permitirá, acrescenta Baptiste Loiseau, concentrar-se na essência do conhaque Fine Champagne e no estilo intemporal da Casa que lhe dá o nome, em vez de numa qualquer tendência.

“Década após década, os meus predecessores têm feito um VSOP que se tornou um verdadeiro ícone, graças à aguardente de Grande Champagne e Petite Champagne para fazer conhaque Fine Champagne. Agora, é a minha vez de perpetuar este legado excecional, que encapsula o estilo intemporal da casa”, refere.

Hoje, a Casa Rémy Martin aposta exclusivamente na mistura original: o estilo de assinatura e o sabor do conhaque Fine Champagne na sua icónica garrafa preta, mantendo a essência do conhaque Fine Champagne.

Check Also

Feira Vida Saudável de regresso às lojas Continente

A aposta da insígnia nos produtos biológicos e saudáveis está, mais uma vez, em destaque …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.