Aquacultura conquista pela primeira vez certificação GLOBALG.A.P.

As empresas de aquacultura em Portugal vão poder, pela primeira vez, obter o certificado GLOBLAG.A.P. que, além de ser reconhecido em todo o mundo, atesta as boas práticas de segurança alimentar, respeito pelo meio ambiente e bem-estar animal. Em Portugal, a Naturalfa é a única empresa reconhecida por este organismo para a realização de auditorias e certificação de produtores de peixes, crustáceos, moluscos e algas marinhas.

Esta novidade para o setor surge da necessidade de se poder comprar a fornecedores de peixe produtos com garantia de segurança alimentar. Esta certificação tem vindo a crescer noutros países, principalmente na Europa, e tudo indica que é uma questão de tempo para que se torne uma exigência para a comercialização também em Portugal.

A Aqualvor e a Piscicultura do Vale da Lama, pertencentes ao mesmo grupo e que se dedicam à produção de Robalo e Dourada de elevada qualidade em tanques de esteiro na Ria de Alvor, são as duas empresas nacionais já certificadas.

“A certificação GLOBALG.A.P. é a garantia de que os nossos produtos são produzidos de forma sustentável, respeitando por um lado a saúde, segurança e o bem-estar dos nossos trabalhadores, por outro a segurança alimentar dos nossos produtos, o meio ambiente e o bem-estar animal. A nível nacional os nossos produtos já são reconhecidos pela sua qualidade, frescura e sabor, com a certificação queremos ir além-fronteiras e conquistar mercados internacionais”, refere Vera Gonçalves, Gestora Financeira da Aqualvor.

São várias as vantagens que os produtores sentem quando estão certificados, nomeadamente, o acesso a novos mercados, melhores oportunidades de comercialização, maior organização interna na empresa, notoriedade, aumento da reputação e importantes relações business-to-business com retalhistas.

Uma vez adquirido o certificado, este é válido por 12 meses, o que implica, pelo menos, uma auditoria anual para poder ser renovado.

A certificação é a única ao nível da produção reconhecida pelo GFSI (Global Food Safety Initiative) e a única de aquacultura reconhecida pelo GSSI (Global Sustainable Seafood Initiative) para todas as espécies de peixes, crustáceos, moluscos e algas marinhas.

Na prática, este serviço é uma extensão do que a NATURALFA já faz também noutros setores e mantém-se fiel aos princípios IFA (Integrated Farm Assurance). Com uma abordagem holística, garante ao mercado a segurança alimentar, a saúde e o bem-estar animal, a sustentabilidade ambiental e a biodiversidade, o bem-estar dos trabalhadores, os processos de produção, a conformidade legal e a rastreabilidade.

“A NATURALFA tem a preocupação constante de oferecer aos seus clientes as certificações que mais se ajustam às necessidades do mercado dos nossos clientes, de forma a garantir que essas certificações vão contribuir para o aumento das vendas, abertura de novos mercados e promoção da credibilidade dos produtos e das marcas dos nossos clientes”, adianta Liliana Perestrelo. Neste caso, a “GLOBALG.A.P. para aquacultura é sem dúvida uma certificação que vai ajudar o setor aquícola a obter o reconhecimento que merece”, conclui a Diretora Executiva da Naturalfa.

Esta norma é global para práticas de produção responsáveis e abrange toda a cadeia, desde os reprodutores, passando pela alimentação, criação e colheita e terminando no transporte.

Check Also

Sumol entra no Verão com copo icónico by Alexandra Moura e sneakers com propósito da DiVERGE

Novas colaborações entre Sumol e artistas portugueses serão apresentadas no evento da marca que dá …