Ervideira contribui para um futuro mais sustentável e amigo do ambiente 

A Ervideira é uma empresa verde, e orgulha-se de contribuir para um mundo melhor. Sempre a pensar no futuro e com a inovação associada, os consumidores podem sentir-se seguros de que estão perante vinhos produzidos com práticas sustentáveis e amigas do ambiente. São várias as áreas onde a Ervideira consegue aplicar o conhecimento e a necessidade de contribuir para a redução da pegada ambiental.

Começando desde logo pela agricultura, a Ervideira procura produzir com responsabilidade. A terra trabalhada tem uma percentagem de matéria verde, maior do que uma terra ao abandono, o que é lógico e com isso há mais fixação de CO2 e libertação de oxigénio, há também uma proteção acrescida de todos os terrenos contra os fogos, com os aceiros de proteção anti-fogo e máquinas e equipamentos para combater a destruição de uma cultura. Temos ainda o cuidado de proteger o solo para que não haja efeitos de erosão, bem como o aumento de matéria orgânica, e estes são expoentes diários da prática agrícola da Ervideira.

Mas a preocupação ambiental deve percorrer (e na Ervideira não é exceção) todas as áreas de produção, seja na adega, nos escritórios e na própria terra.

“Para a Ervideira a sustentabilidade é ter seriedade connosco próprios e com todos os que nos rodeiam, seja com a natureza, parceiros e acima de tudo com as pessoas, que devem ser respeitadas em qualquer circunstância, e com estas ideias em mente, podermos todos contribuir para um futuro melhor e mais sustentável” afirma Duarte Leal da Costa, Diretor Executivo da Ervideira.

Com estas aplicações sustentáveis, a Ervideira é e será uma empresa que pensa no e para o futuro, e pretende também transmitir esta responsabilidade de forma interna e externa. Porque a sustentabilidade tem vindo a estar cada vez mais na ordem do dia, há práticas que já herdamos dos nossos antepassados, mas há pequenas mudanças de mentalidade que podem fazer a diferença na altura de optar pelo futuro mais sustentável possível.

 

“Nada se faz, se decide ou se pensa em termos de futuro na Ervideira que não considere a sustentabilidade, quer ecológica, quer financeira, pelo que qualquer que for a iniciativa na qual estivermos a trabalhar, temos sempre uma abordagem sustentável. E uma coisa afirmo: em breve estaremos a mostrar que o nosso balanço de Oxigénio/Carbono, será largamente positivo”, conclui Duarte Leal Costa.

 

Check Also

RISE Delta Q distinguida pelos Red Dot Design Awards e German Innovation Awards

Depois de desafiar a gravidade e o status quo, a RISE Delta Q recebe agora …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.