A Flesk Telecom acaba de lançar mais uma iniciativa na área da responsabilidade social no âmbito da qual se propõe ajudar trabalhadores atualmente em situação de desemprego a voltar ao mercado de trabalho.

Flesk apoia desempregados no regresso ao mercado de trabalho

A Flesk Telecom acaba de lançar mais uma iniciativa na área da responsabilidade social no âmbito da qual se propõe ajudar trabalhadores atualmente em situação de desemprego a voltar ao mercado de trabalho.

A empresa de Faro, reconhecida no mercado como um dos maiores registrars portugueses e pela sua marca Domínios.PT, assinou um protocolo com o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) ao abrigo do qual irá fornecer um domínio, alojamento e construtor websites aos desempregados inscritos nos centros de emprego IEFP em qualquer parte do país.

Na sequência deste protocolo, a Flesk Telecom irá disponibilizar aos desempregados selecionados pelo IEFP um conjunto de serviços que incluem o registo de um domínio (.pt ou .com) bem com um alojamento partilhado com uma ferramenta de construção de websites. Este pacote de serviços será totalmente gratuito durante um ano.

Além disso, a Flesk irá ainda promover e disseminar o serviço em sessões de divulgação e/ou formação na área do empreendedorismo promovidas pelo IEFP, nas quais poderá contribuir no sentido de motivar e promover a atitude empreendedora dos desempregados. A empresa irá também organizar workshops com o objetivo de fornecer a informação necessária à utilização do construtor de websites, criação e configuração de caixas de correio eletrónico e colocação online da página web.

Bruno Carlos, diretor-geral da Flesk Telecom, explica que o projeto surgiu no seguimento de um repto lançado pela Confederação dos Empresários do Algarve (CEAL), que desafiou a empresa a lançar uma iniciativa de responsabilidade social, tendo a Flesk adotado o modelo que já usava no âmbito de uma parceria através da qual disponibiliza uma oferta semelhante à “Empresa na Hora”, adaptando-o para esta oferta.

A Flesk não é estranha a iniciativas no âmbito da responsabilidade social, bem pelo contrário. A empresa aderiu em 2012 ao programa de bolsas de mérito impulsionado pela Universidade do Algarve e, além disso, oferece domínios e espaço web a Instituições Particulares de Solidariedade Social o que, de acordo com Bruno Carlos, “é uma forma de contribuir para as causas que estas instituições defendem.”

Check Also

“Taste Tomorrow” está de volta para revelar as tendências de consumo na panificação, pastelaria e chocolate em Portugal

A Puratos, empresa centenária na produção e investigação nos setores da panificação, pastelaria e chocolate, …